Justiça Eleitoral reprova contas de campanha do prefeito de Arari e manda gestor devolver mais de R$ 60 mil

O juiz eleitoral Haderson Rezende julgou como desaprovadas as contas de campanha do prefeito de Arari, Rui Filho, do PTB, que também alcança o seu vice, El Shaday. A decisão saiu neste sábado, 06, que também mandou recolher mais de R$ 60 mil ao Tesouro Nacional.

Decisão também atinge o vice do prefeito de Arari

Segundo a sentença, a análise das contas do prefeito da cidade apresentaram diversas irregularidades, após pareceres dos técnicos da Justiça Eleitoral e do Ministério Público Eleitoral. Entre elas estão falta de recolhimento do Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC); omissão ou divergência entre informações de fornecedores; e inconsistências nas despesas pagas com recursos FEFC.

Além disso, a análise das contas constatou que uma das empresas que forneceu material de campanha tinha como destinatário a Prefeitura de Arari, que até 2020, ano da eleição, era comandada pelo ex-prefeito Djalma Melo, que ajudou a eleger Rui Filho. Outra irregularidade foi a constatação de recebimento de recursos de origem não identificada no valor de mais de R$ 20 mil reais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *