TRE mantém indeferimento da candidatura de Raimundinha; decisão não altera lista de eleitos em São João Batista

O Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão manteve, por unanimidade, o indeferimento da candidatura de Maria Raimunda Almeida Pinheiro, conhecida popularmente como Raimundinha, ex-conselheira tutelar de São João Batista. Mesmo com a decisão, a lista de eleitos continua inalterada.

TRE manteve candidatura de Raimundinha barrada

Ela foi candidata pelo PDT, mas foi impugnada pela coligação do então candidato e prefeito eleito do município, Mecinho, sob o argumento de que ela estava trabalhando no Cartório Eleitoral de São João Batista, mesmo sendo lotada na Prefeitura de Cajapió, em período vedado e não se desincompatibilizou em tempo hábil.

Com isso, a Justiça Eleitoral negou o registro de sua candidatura (reveja AQUI). Ao recorrer para o TRE, a defesa de Raimundinha pretendia anular a decisão da primeira instância, mas não obteve êxito. Na manhã desta segunda-feira, 07, todos os seis juízes da corte negaram o pedido e mantiveram a decisão que barrou sua candidatura.

Mas isso, segundo os especialistas ouvidos pelo Blog do Jailson Mendes, não altera em nada a lista dos eleitos e nem muda alguma coisa nos dois candidatos eleitos pelo seu partido na eleição de novembro. O PDT elegeu Claudia Gomes e Louro, que serão diplomados e empossados nos próximos dias, juntamente com os demais eleitos no dia 15.

Ouvido pelo blog, o advogado especialista em Direito Eleitoral, Eduardo Gomes, disse que não há alteração por que o Demonstrativo de Regularidade de Atos Partidários (Drap) já tinha sido deferido e transitado em julgado quando o juiz resolveu indeferir a candidatura de Raimundinha, ou seja, o partido cumpriu com todas as exigências legais.

Além disso, o coordenador da campanha de Carlos Figueiredo, o professor Israel Melônio, informou que mesmo que a então candidata e mais alguns candidatos não eleitos estivessem fora da coligação, o partido tem votos suficientes para manter a eleição de Cláudia Gomes e Louro, e que além disso os votos de Raimundinha não foram computados pela Justiça Eleitoral e por isso estão subjudice.

Esta ultima informação, de que os votos não foram computados para formar o coeficiente do PDT, foi confirmada pelo chefe do Cartório Eleitoral de São João Batista, Josyelson Figueiredo, que reafirmou que a decisão do TRE não mexe na lista de eleitos em novembro. Vejam o julgamento no TRE, a partir do minuto 40:40.

5 respostas para “TRE mantém indeferimento da candidatura de Raimundinha; decisão não altera lista de eleitos em São João Batista”

  1. Teve quem perseguisse mais Mayara Pinheiro do que Mecinho!!Isso não e gente dá uma de lerdo velho é só pra enganar vejam nas matérias antigas do blog da Jailson,quase derrubava o governo de Jão com Mayara.Ai falam que perseguidor e Carlos Figueiredo.Me compre um bonde quem acreditou nesse lobo vestido de cordeiro agora que ele tá botando as garras pra fora.e ainda fala ATURA OU SURTA imagina a coisa boa que Mecinho é

    1. Agora sim! teremos uma Administração Municipal séria! e não uma casa de mãe Joana, como tem sido até hoje.

      (Casa-da-mãe-joana é uma expressão de língua portuguesa que significa o lugar ou situação onde vale tudo, sem ordem, onde predomina a confusão, a balburdia e a desorganização. Fonte Wikipédia)

  2. Esse iradson é fraquíssimo, primeiro você esqueceu de falar seu nome e OAB na sua sustentação oral!!! Hora mais meu amigo, falta prática pra você… Rsrsrsrs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *