Polícia prende mais uma pessoa envolvida na morte de vigilante em Viana; enterro comove moradores

A Polícia Civil, com o apoio operacional da Polícia Militar, prendeu no início da noite de ontem, 29, mais um envolvido no latrocínio ocorrido no município de Viana, que chocou os moradores da Baixada Maranhense.

Vigilante foi morto durante assalto em Viana

Durante uma ação de um bando, vários homens pretendiam roubar uma quantia em dinheiro do cofre do posto de combusível Luíza e no transcorrer da prática do crime atiraram em direção ao vigilante daquele estabelecimento, ceifando a sua vida.

A vítima é o músico José Inaldo Torres Sousa, de 34 nos, conhecido popularmente como Pinininho. Ele morreu com um tiro na cabeça e a ação foi flagrada por um morador, que estava próximo ao local, na MA-014.

Logo após o crime, a polícia prendeu três pessoas na cidade de Vitória do Mearim, reveja AQUI. Segundo as investigações, houve um trabalho intenso e investigativo da Polícia Civil, que tomou os depoimentos dos presos e após verificação de câmeras de segurança do município de Viana, outra pessoa foi presa.

Uma quarta pessoa foi presa no fim da tarde de ontem, de iniciais W. A. G. e por força da atual legislação, a polícia não passou a foto do suspeito. Todos suspeitos presos até o momento foram autuados pelo crime de latrocínio e, após os procedimentos de praxe, encaminhados à Unidade Prisional de Viana.

Comoção durante enterro

Pinininho, que também era saxofonista, foi enterrado hoje pela manhã e o cortejo foi acompanhado por dezenas de pessoas. Os colegas das bandas ‘Vadia’ e ‘Rabo Seco Venenosa’ acompanharam o enterro.

Em frente ao posto onde ele trabalha, eles pararam e fizeram diversas homenagens ao vigilante, com palmas e músicas que ele gostava. Clique AQUI e vejam os vídeos do enterro e assalto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *