Urgente: homem mata o próprio irmão a facadas na cidade de Arari

Um homem assassinou o próprio irmão na manhã desta terça-feira (2), na cidade de Arari, Baixada Maranhense. Segundo as primeiras informações, a vítima estava deitada em uma rede e foi esfaqueada pelo acusado, que foi preso logo em seguida.

Homem foi preso após matar o próprio irmão

O caso aconteceu bairro Mearim, na zona urbana de Arari. A vítima, identificada como Elpídio de Sousa Lopes Junior, conhecido popularmente como Juju, de 42 anos, estava deitado e o irmão dele, identificado como Roberto Carlos Góes Lopes, de 37 anos, teria pego uma faca e cometido o crime. As perfurações atingiram o pescoço da vítima, que morreu na hora.

O relatório preliminar da polícia informou que encontrou o autor na sala da casa e a vítima deitada em uma rede. Uma testemunha, que é irmão do autor e da vítima, relatou que assim que chegou em casa ouviu seu irmão (vítima) gritando ‘não faz isso, não faz isso’, e olhou o autor em cima da vítima com uma faca na mão, o mesmo tomou a faca e afastou ator de perto da vítima e pediu ajuda.

Ao conversar com a polícia, o acusado disse que só iria falar para o delegado o motivo do crime. Ele foi preso e levado para a Delegacia de Polícia Civil de Arari. Há informações de que o acusado estaria ameaçando os moradores da residência, dizendo que queria dinheiro para viajar para o estado de São Paulo, no entanto essa informação ainda não foi confirmada.

Pelas redes sociais, fotos da vítima foram espalhadas mostrando o corpo todo ensanguentado. Elpídio era pai do suplente de vereador conhecido como Pastorzinho e o caso chocou a população de Arari.

Mais mortes

No domingo (31), três pessoas saíram baleadas após um tiroteio próximo da rodoviária da cidade de Arari. Segundo as informações, um segurança privado teria feito uma escolta a um amigo e ambos foram surpreendidos por um jovem de 24 anos, que estava armado e começou a atirar.

Os tiros atingiram o segurança, identificado como Vanderson de Jesus Souza e a outra pessoa, identificada como Isnelho Santos Silva. Este último morreu na hora e o segurança acabou morrendo ontem (1), após ser transferido para São Luis. No entanto, o acusado está fora de perigo e a polícia investiga o caso.


Em tempos de desinformação, o Blog do Jailson Mendes reforça o compromisso com o jornalismo profissional, comunitário e de qualidade. Nossa página produz diariamente informações na Baixada Maranhense de forma responsável e que você pode confiar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *