Ranking do Ministério da Saúde aponta Matinha como uma das piores gestões do programa Previne Brasil

O município de Matinha, administrado pela prefeita Linielda de Eldo, ficou entre os últimos colocados no ranking do Previne Brasil, programa que avalia os investimentos dos repasses do Governo Federal para saúde dos municípios e determina alterações no financiamento e custeio da saúde da atenção primária.

Prefeita de Matinha, Linielda de Eldo

De acordo com as informações, disponibilizados pelo Ministério da Saúde, dos 217 municípios do Maranhão, Matinha ficou no 172º lugar, figurando entre os piores municípios na avaliação dos técnicos que fazem o ranking. Oficialmente, a prefeitura ainda não se manifestou sobre os números.

Entre as cidades mais bem colocadas na Baixada Maranhense estão São Bento e Bacurituba, administradas pelos prefeitos Dino Penha e Letícia de Sibá, respectivamente, que estão entre os 30 melhores do Maranhão.

O programa

O Previne Brasil tem como princípio a estruturação de um modelo de financiamento que mede o desempenho dos investimentos de cada município brasileiro, avaliação de gestão, focado em garantir o acesso para o cidadão aos serviços de atenção básica que são custeados pelo Governo.

A má gestão já entrega prejuízos a população diariamente, mas, o Ranking feito pelo Previne Brasil pode refletir negativamente nos futuros repasses do Governo para o custeio, o que é péssimo administrativamente para o município que, por sua vez, deixa de receber mais ajuda desses recursos federais.

Veja aqui o Ranking de todas as prefeituras Ranking-Resultado-Previne-Brasil – Copia


Em tempos de desinformação, o Blog do Jailson Mendes reforça o compromisso com o jornalismo profissional, comunitário e de qualidade. Nossa página produz diariamente informações na Baixada Maranhense de forma responsável e que você pode confiar.

Uma resposta para “Ranking do Ministério da Saúde aponta Matinha como uma das piores gestões do programa Previne Brasil”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *