Com novo alerta de chuvas e ventos nas próximas horas na Baixada Maranhense, moradores reclamam de estradas intransitáveis e ruas alagadas

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu, nesta terça-feira (10), mais dois alertas para várias cidades da Baixada Maranhense. Os alertas amarelo e laranja representam perigo potencial de chuvas e ventos intensos nas próximas horas. Em decorrência disso, moradores de várias cidades da região reclamam das péssimas condições de estradas e ruas alagadas.

Estrada do povoado Bom Jesus, em São João Batista

O alerta laranja foi emitido para o Norte e Oeste Maranhense, incluindo cidades das regionais de Viana e Pinheiro. Segundo o Inmet, mesmo com o alerta, há baixo risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas. É esperada chuva entre 30 e 60 mm/h ou 50 e 100 mm/dia, ventos intensos (60-100 km/h).

O alerta amarelo também foi emitido para Oeste, Leste, Norte e Centro Maranhense. Nestas áreas, a chuva é esperada entre 20 e 30 mm/h ou até 50 mm/dia, ventos intensos (40-60 km/h). Há também baixo risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas. Entre os municípios com o sinal estão Arari, Cajari, Vitória do Mearim, Viana, Penalva, Matinha, Olinda, São João Batista, São Vicente Ferrer, Cajapió, Bacurituba, Pedro do Rosário, Palmeirândia, São Bento, Pinheiro, Bequimão, Peri Mirim, Santa Helena e outros.

Reclamações

O blog tem recebido diversas reclamações de moradores que estão praticamente ilhados. Os problemas vão desde estradas vicinais intrafegáveis e interditadas, ruas alagadas, famílias desabrigadas e rios transbordando.

Recentemente, as prefeituras das cidades da Baixada Maranhense emitiram um alerta para as cheias dos rios Turiaçu, Maracu, Mearim, Pericumâ e outros, que cortam os municípios da região. Atualmente, as famílias estão sendo monitoradas por equipes e a Defesa Civil pede atenção redobrada de quem mora próximo aos rios.

Recomendações

Em caso de rajadas de vento: (não se abrigue debaixo de árvores, pois há leve risco de queda e descargas elétricas e não estacione veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda).  Evite usar aparelhos eletrônicos ligados à tomada. Em caso de alto risco, a população deve procurar ajuda junto à Defesa Civil.

Durante as chuvas, deve-se evitar a manutenção em telhados e cercas elétricas devido ao risco de ser atingido por descargas atmosféricas (raios). Também não se deve fazer manutenção em equipamentos elétricos ligados à tomada devido ao risco de choque elétrico; Se estiver na rua, não fique em áreas como campos de futebol, piscina, lagos, lagoas, praias, árvores, mastros, locais elevados ou embaixo de postes e fiação elétrica. O recomendado é procurar um abrigo.

Se algum cabo cair enquanto estiver no trânsito, não se aproxime e nem toque em pessoas ou objetos que estejam em contato com a rede elétrica. Em casos de alagamento, procure um local, longe de postes e árvores, e espere o nível da água baixar. Mas, se notar que o carro está sendo arrastado pela água, abandone o veículo e procure um local seguro. Por segurança e após avaliação técnica em áreas alagadas, às vezes, é necessário fazer o desligamento da energia, com o propósito de evitar acidentes envolvendo rede elétrica.

Estradas vicinais de Olinda e São Vicente


Em tempos de desinformação, o Blog do Jailson Mendes reforça o compromisso com o jornalismo profissional, comunitário e de qualidade. Nossa página produz diariamente informações na Baixada Maranhense de forma responsável e que você pode confiar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.