Após racha, presidente da Câmara de Vereadores de Cajari tenta mudar data da eleição da Mesa Diretora

O atual presidente da Câmara Municipal de Cajari, Pedro Nunes, quer mudar a data da eleição da Mesa Diretora após o racha causada pela antecipação do processo eleitoral. Como anunciamos antes, seis vereadores decidiram se unir e anunciaram um novo nome para disputar o comando do Poder Legislativo.

Grupo de seis vereadores que deve ganhar as eleições em Cajari

Como a eleição foi antecipada para o dia três de dezembro, o grupo de seis vereadores chegaram ao consenso e lançaram a chapa ‘União faz a força’, com o nome do vereador Jorge Serra para ser o novo presidente. Numa tentativa de querer articular uma união para ficar por mais dois anos, Pedro Nunes decidiu baixar uma resolução mudando a data da eleição.

Pela resolução, assinada no dia 26 por ele e pelo segundo secretário da casa, Junivaldo Nunes, a eleição só ocorreria no dia 15 e não mais no dia três, como foi aprovado pelo plenário. Porém, a tentativa de postergar as articulações durou por pouco tempo, pois o vereador Altemar Pereira encaminhou um ofício pedindo a cópia da votação e aprovação da resolução, o que fez com o atual presidente disparasse mensagens mudando de posicionamento.

Corre nos bastidores que funcionários da Câmara Municipal, aliados dos parlamentares que estão compondo a nova chapa contrária ao atual presidente, estão sendo demitidos. Pedro Nunes tem o apoio do presidente da Câmara de Vereadores de São Luis, Osmar Filho, que é pré-candidato a deputado estadual. O prefeito Constâncio Souza tem dito que não vai se meter no processo eleitoral e que vai conversar com os parlamentes só após a eleição ser definida.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.