TCE manda presidente da Associação Cultural Pororoca de Arari devolver mais de R$ 136 mil aos cofres públicos

O pleno do Tribunal de Contas do Maranhão julgou irregular a tomada de contas especial referente a convênio entre a Secretaria de Estado da Agricultura e Pecuária (Sagrima) e a Associação Cultural Pororoca de Arari, na Baixada Maranhense.

Tacita terá que devolver recursos aos cofres públicos do Maranhão

A responsável, Tacita Andrea Lima Pereira, presidente da Associação Cultural Pororoca, foi condenada a restituir ao tesouro público o valor correspondente ao dano causado, de R$136.000,00 e ao pagamento de multa no valor de R$ 6.800,00 (seis mil e oitocentos reais), correspondendo a 5% do valor referido.

Os danos são referentes a custo com combustível e locação de transporte de melancia e estrutura pra a programação cultural de uma festa no município de Arari. O voto do relator, conselheiro Edmar Cutrim, acolheu o Parecer do Procurador do Ministério Público de Contas (MPC), Douglas Paulo da Silva, divergindo apenas quanto ao percentual da multa.

Tácita Lima já foi secretária de Turismo e Cultura do município, durante a gestão do ex-prefeito Djalma Melo. O blog tentou entrar em contato com ela, mas até agora não conseguimos. As informações estão no site do TCE.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *