Acompanhante de paciente quebra porta de hospital e corta braço de médico no município de Viana

A prefeitura de Viana, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, emitiu um Nota de Repúdio contra a agressão física sofrida pelo médico ginecologista obstetra Alex Brun, em pleno exercício profissional, sendo agredido na própria unidade de saúde, o Hospital ‘Dom Hélio Campos’, durante o plantão.

Médico teve braço cortado após porta do hospital ser depredada

O médico foi atingido por vidros estilhaçados causados pela revolta da senhora identificadas pelas iniciais de C. J. P. N, de 39 anos, natural de Zé Doca, pescadora, que já pagou fiança e está em liberdade. O caso aconteceu nesta segunda-feira (20).

O fato que foi repudiado pela direção do hospital por consistir também em depredação de um importante patrimônio público, causando prejuízos. Além do desacato e da violência resultando em lesão corporal, o médico está impossibilitado de realizar sua função.

A Secretaria de Saúde solicita a compreensão da população, garantindo que as providências já estão sendo tomadas para o breve reestabelecimento dos serviços executados pelo profissional.

O blog tentou conversar com os envolvidos, mas até agora não obteve respostas e deixa aberto o espaço para possíveis esclarecimentos.  Veja a nota…

3 respostas para “Acompanhante de paciente quebra porta de hospital e corta braço de médico no município de Viana”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *