Adriano flexibiliza medidas e anuncia previsão de volta às aulas de forma híbrida para agosto em São Vicente Ferrer

O prefeito Adriano Freitas resolveu flexibilizar mais ainda as medidas contra o Coronavírus em São Vicente Ferrer. Ele também anunciou que as aulas na Rede Pública Municipal poderão voltar, de forma híbrida, a partir de agosto.

Prefeito anunciou retorno das aulas em agosto

Entre as novas medidas estão a volta das reuniões e eventos públicos e privados, com uso de máscaras e com limitação de 200 pessoas em ambientes fechados e 400 em ambientes abertos e ventilados, até às 3 horas da manhã. Os bares, salões, academias, lanchonetes e restaurantes, poderão funcionar com apenas 50% de sua capacidade e as igrejas com até 75%.

As atividades esportivas também poderão ser realizadas, desde que sejam seguidas as medidas, bem como as atividades comerciais, que devem seguir funcionando usando todos os protocolos. O prefeito também informou que as aulas presenciais nas escolas públicas em sistema híbrido, modalidade semipresencial e presencial, devem ser retomadas no dia 08 de agosto, seguindo todos os protocolos sanitários de segurança contra a Covid-19.

Para anunciar as novas medidas, Adriano levou em consideração as constantes reuniões que tem realizado com representantes do setor comercial, o último decreto do governador Flávio Dino e a informação de que houve diminuição no número de casos ativos, chamando a atenção de houve aumento no número de internações na cidade.

Vejam o decreto, na íntegra…Novo decreto – São Vicente Ferrer – Baixar

8 respostas para “Adriano flexibiliza medidas e anuncia previsão de volta às aulas de forma híbrida para agosto em São Vicente Ferrer”

  1. Alguns questionamentos importantes nesta decisão:

    Todos os professores estão vacinados? Todos os alunos? Todos os demais membros da comunidade escolar? A semed vai garantir que todas as medida sejam implementadas? acho muito difícil voltarmos já em agosto

  2. Certamente como todos sabemos a vacinação está disponível para professores mas tem um aqui na cidade que não quer se vacina porém isso pode prejudicar a comunidade escolar aii ficar a perguntar nós alunos ficamos como?
    Por mim as aulas teriam de volta só quando nos alunos já tivéssemos nós vacinados pelo menos a primeira dose ou mesmo a vacina de dose única.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *