Núcleo do Sinproesemma repudia nota do prefeito de Vitória do Mearim sobre não pagamento em julho do 13º aos servidores

O Núcleo do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Básica das Redes Públicas Estadual e Municipais do Estado do Maranhão (Sinproesemma) divulgou uma nota de repúdio nesta sexta-feira, 23, lamentando a situação dos servidores do município de Vitória do Mearim sobre o 13º salário.

Sindicato repudiou atitude de Nato da Nordestina

Esta semana, o prefeito Nato da Nordestina divulgou uma nota dizendo que ainda está montando um cronograma de pagamento da primeira parcela do 13º salário dos servidores públicos de Vitória do Mearim e que isso poderá ser feito até o fim do ano, o que irritou os servidores públicos da cidade.

O coordenador do Núcleo do Sinproesemma, Bethoven Jardim, que representa a categoria, lamentou em nota a atitude do gestor e disse que esse pagamento sempre foi feito durante o mês de julho. De acordo com o representante do sindicato, ‘os servidores já estavam fazendo seus planejamentos financeiros contando com esse recurso para honrar seus compromissos’.

“Isso nos deixa triste e ao mesmo tempo preocupado com essa situação em que o município vem enfrentando em tão pouco tempo de uma nova gestão, são somente seis meses e as coisas tomam essa proporção, sempre é gerada uma enorme expectativa diante de um novo governo, e somos cientes da real possibilidade de enfrentamento de várias dificuldades ao logo desse processo, mas, é necessário um melhor planejamento para justamente superar essas dificuldades e minimizar os impactos que elas provocam”, comentou.

Por fim, ele disse esperar que tudo seja resolvido o mais breve possível e ‘que o servidor juntamente com a população em geral tenham seus anseios atendidos através dos serviços públicos básicos e essenciais para o bom desenvolvimento socioeconômico’. “Vitória do Mearim precisa avançar, seguir incansavelmente na busca do desenvolvimento, e não andar para trás, ou seja, dar vez ao retrocesso, as políticas precisão ser claras e objetivas, planejar é preciso e necessário, seguir obedecendo a um rito de prioridades, sem ações nesse sentido é caminhar rumo ao fracasso”, concluiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *