Moradores fazem ‘vaquinha’ para ajudar lavrador que devolveu carteira com R$ 3.800 a policial que trabalha em Matinha

Uma vaquinha virtual foi criada para conseguir recursos e assim retribuir um nobre gesto realizado pelo lavrador Laurenir Sales, de 47 anos, que ficou conhecido por devolver uma carteira com R$ 3.800 ao dono no município de Guimarães. O dono do dinheiro é o policial militar Aurino Ribeiro, que trabalha na sede do Ministério Público de Matinha.

Morador que devolveu dinheiro na frente de sua casa

A história foi contada, com exclusividade, pelo Blog do Jailson Mendes em meados de junho, e foi reproduzida em vários sites e blogs do Maranhão, como G1, Imirante, O Imparcial e Jornal Pequeno (reveja AQUI a história, na íntegra). Após o caso, uma parte da população do município, que tem cerca de 12 mil habitantes, buscou informações e foi descoberto que Laurenir é morador da zona rural, vivendo atualmente em uma casa de barro.

Vendo a situação do lavrador, um grupo de moradores teve a ideia de juntar forças para dar uma casa digna ao ‘lavrador honesto’, como ficou conhecido. A moradia de barro abriga Laurenir e outras quatro pessoas, incluindo uma filha. A iniciativa é liderada pelo policial militar Aurino Ribeiro, o dono da carteira que foi achada por Laurenir.

Parte dos moradores está ajudando com materiais de construção, enquanto outros criaram a vaquinha virtual para arrecadar os recursos necessários para a obra. Ao todo, R$ 120 reais já foram reunidos, mas ainda falta bastante (veja AQUI como contribuir com a vaquinha). “Já conseguimos alguns materiais para construção da casa do Laurenir. Pedras, 4000 tijolos, madeira, cimento o projeto da casinha feito por uma arquiteta amiga nossa. Vai dar certo”, disse Aurino.

Policial ao lado do morador, em Guimarães

Gesto de Laurenir ‘viralizou’

A história do lavrador honesto repercutiu em Guimarães no dia 15 de junho , quando o lavrador Laurenir Sales passava por uma rua e se deparou com uma bolsa, onde havia uma carteira com R$ 3.800, além de cartão de crédito e vários documentos. No entanto, ao invés de ficar com o dinheiro, ele resolveu fazer uma grande busca para encontrar o dono.

“Eu vi que dentro havia muitas coisas, inclusive o dinheiro. Procurei na região e não achei o dono. Então levei para casa. Nunca pensei em ficar com a carteira. Chegando em casa, como disseram que o dono poderia ser um morador da região, eu achei melhor anunciar na rádio”, disse o lavrador.
Com o anúncio em uma rádio comunitária, finalmente o dono da carteira foi encontrado. Se tratava do policial Aurino Ribeiro, que tinha deixado cair a carteira quando foi a Guimarães fazer o pagamento de alguns gados. “Era um dinheiro muito importante, e também tinha todos os meus documentos. Quando eu cheguei na rádio, ele chorou, eu agradeci. Tentei até oferecer uma ajuda, mas ele não aceitou. É um grande exemplo de ser humano”, disse o PM. Com informações do G1.

2 respostas para “Moradores fazem ‘vaquinha’ para ajudar lavrador que devolveu carteira com R$ 3.800 a policial que trabalha em Matinha”

  1. homem honesto liçao para ser seguida pelos poi

    homem honesto liçao para ser seguida por esses politicos desonestos do nosso pais a maioria talvez se ache um ou dois que se diga mais ou menos ainda e duvida

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *