Em artigo, professor Marcondes destaca legados do padre Valmir Figueiredo na cidade de São João Batista

O Blog do Jailson Mendes publica mais uma homenagem ao padre Valmir Figueiredo, que ontem, 08, fez sua última missa como pároco da cidade de São João Batista. Centenas de fieis se reuniram para homenagear o sacerdote, que é tido como um dos melhores padres que passaram pelo município.

Padre Valmir Figueiredo deixa paróquia após 08 anos

A celebração contou com vídeo, coreografias, cânticos, poemas, cordéis entre diversos outros gestos de carinho ao padre Valmir que nesses 8 anos, 3 meses e 8 dias conduziu a paróquia com amor e singeleza. Neste momento de homenagens foi entregue ao padre Valmir um cheque simbólico no valor de 6.230,00 que será depositado em sua conta para auxiliá-lo nas despesas de seu tratamento de saúde.

Continuando as homenagens, o blog publica o texto do professor Marcondes Ribeiro, que destaca o trabalho do pároco, que se despede do município de São João Batista para cuidar da sua saúde, após cuidar de milhares de fieis da Igreja Católica.

HOMENAGEM AO PADRE VALMIR

Meu querido Padre, amigo e irmão Valmir.

Aproxima-se o momento de sua despedida, para tocar em frente o compromisso missionário, feito de viagens asseguradas na crença intensa da existência de Deus Pai Todo Poderoso, seguindo o caminho apostólico junto às comunidade de irmãos e irmãs de fé e amor a JESUS Cristo.

A vida nos surpreende de muitas formas, umas alegres, prazenteiras e outras tristes, lamentosas, como sua partida, mas tenha plena certeza de que muitos de nós, joaninos que o respeitamos e amamos, jamais o esqueceremos, porque o Senhor é uma pessoa especialíssima. Peço-lhe humildemente que nos guarde em sua memória, rogue por nós em suas preces e tenha plena convicção de que estaremos aproximados nas lembranças saudosas, porque jamais o esqueceremos!

Você nos é muito especial pelo exemplo de dedicação à igreja, distinta e sempre carinhosa atenção dispensada a todos, por sua empolgação com os projetos paroquiais e a alegria em vê-los acontecer e esperançar que prosperassem e muito pelo seu jeito de tão fácil compreensão em aconselhar e pregar a palavra de Deus durante os sermões celebrativos da eucaristia. Suas qualidades, como padre e ser humano, seu cuidado e seu carinho jamais serão esquecidos. Estão plantados em nossos corações como sementes de árvores de bons frutos, e serão regadas sentimentalmente, como forma de reconhecer e homenagear seu carisma, seu amor, sua fé e sua amizade sincera e firme.

Tenha a digna convicção de que foi, para o povo católico joanino, uma conquista benemerente, abençoada por Deus! Amigos vem e vão, mas saiba que os bons e verdadeiros, aqueles que engrandecem nossas almas, ficam em nosso coração como tatuagens, marcas eternas. Dizem, e é muito fácil comprovar, que os seres humanos depuram-se, ficam mais sapientes, experientes e inclinados a prestarem bons conselhos, quando refletem e assimilam as lições da vida, principalmente aquelas que os fazem sofrer. O sofrimento é um filtro para os males daqueles que não se distanciam do Pai Eterno e seguem os ensinamentos de Cristo.

Que todas as experiências compartilhadas no caminho até aqui, os momentos juntos, os festejos, as celebrações, as bençãos, os cânticos missais, sejam o sustento de nosso alcance da alegria de chegarmos ao destino que almejamos, com a remissão de nossos pecados: O Reino de Luz e Paz de nosso amado Pai Celestial!

Eu não tenho a outorga representativa do povo católico joanino, mas deixo aqui meu agradecimento por tudo de bom que o Senhor fez por nós, por nossa comunidade, nossas famílias, aos jovens e a todos que tiveram o privilégio de sua convivência, sempre educadamente receptiva e conselheira, alguém que nos quis todo o bem e apoiou-nos, como a mim, porque me recebeu de volta à igreja, deu-me a chance de fazer algum trabalho e muito alegrou e fortaleceu minha fé, engrandeceu minha alma!

Em um dia, certamente nos reencontraremos, pelas estradas da vida, pelas alamedas cristãs. Deus iluminará seu novo caminho. A saudade vai ficar, mas saiba que sua felicidade será sempre uma razão de nossa alegria. Amigo, irmão, companheiro, o Senhor sempre, muito mais que sacerdote e pastor, será um pai para todos nós.

Que Deus o abençoe eternamente!

Marcondes Serra Ribeiro, professor

5 respostas para “Em artigo, professor Marcondes destaca legados do padre Valmir Figueiredo na cidade de São João Batista”

  1. Parabéns São João Batista por esse padre e a festa feita é sinal que era quase uma unanimidade.
    Já o padre de minha cidade, Matinha, não é querido assim.

  2. ESSE SIM DEIXARÁ SAUDADES AO POVO DE SÃO JOÃO BATISTA
    QUE DEUS POSSA RESTAURAR SUA SAÚDE E QUE VIVA MUITO AINDA

  3. Em Penalva também foi 2º maior pastor-pregador do Evangelho da nossa comunidade. Grande homem de Deus. Parabéns Padre Valmir Figueredo, PENALVA lhe AMA.

Deixe uma resposta para Dona Noemi Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *