Moradores, sindicato e Semed lamentam morte do professor Luis Carlos Ponçadilha, de Cajapió

Morreu durante a noite desta terça-feira, 06, o professor da Rede Pública de Ensino da cidade de Cajapió, Luis Carlos Ponçadilha. Segundo as informações, ele faleceu em São Luis, e oficialmente ainda não foi confirmada a causa.

Professor morreu em São Luis nesta terça

Professor Ponçadilha, como era chamado popularmente, era formado em Filosofia pela Universidade Federal do Maranhão e passou mais de 20 anos como diretor da escola ‘Paulo Cordeiro Filho’, da Rede Pública Estadual.

Ele nasceu na comunidade do Serejo, que pertencia ao município de Cajapió e hoje é território de Bacurituba. Após nascer, foi levado a São Luís com apenas um ano de idade, mas retornou à sua cidade natal para ficar a frente do antigo Ginásio Bandeirante (hoje Ensino Fundamental II).

Ultimamente, de acordo com informações passadas ao blog, sofria de diabetes e hipertensão, e seu estado de saúde se agravou nos últimos dias. Pelas redes sociais, moradores e organismos da área divulgaram notas se solidarizando com a família do professor e destacando sua atuação em prol da educação do município.

“O Sinproesemma, núcleo Cajapió, vem a público lamentar profundamente o falecimento do professor Luís Carlos Poncadilha, nesta terça-feira (06/07/2021). Prestamos nossa solidariedade aos amigos e familiares por esta irreparável perda e rogamos para que Deus possa confortá-los nesse momento de grande dor, em que as palavras se apequenam e o espírito busca amparo na fé”, lamentou a direção do sindicato que representa a categoria.

O secretário de Educação, Mosart Soares, destacou a figura pública do professor. “A figura do Professor Ponçadilha é parte memorável da história da educação cajapioense. Todos os profissionais da educação de Cajapió, naturais daqui, passaram pelos seus cuidados, ou como diretor ou como professor. Afirmava que para ele, sentir-se realizado profissionalmente, nada mais seria do que ‘ficar sentado em uma casa de varanda vendo seus ex-alunos, agora doutores, graduados, passarem’. Ele recebe hoje os aplausos de todos nós, seus ex-alunos, amigos e conhecidos”, escreveu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *