Prefeituras de Viana, Cajapió e São Vicente Ferrer desmentem reportagem da Folha de São Paulo sobre vacinas vencidas

As Secretarias de Saúde das cidades de Viana, Cajapió e São Vicente Ferrer desmentiram uma reportagem da Folha de São Paulo a respeito de aplicações de possíveis vacinas estragadas nestes e em outros municípios do Maranhão.

Prefeituras negaram que vacinas estariam estragadas

De acordo com a matéria do jornal paulista, pelo menos 26 mil doses vencidas da vacina AstraZeneca foram aplicadas em diversos postos de saúde do país, o que teria comprometido a proteção das pessoas contra a Covid-19. Segundo a Folha, até o dia 19 de junho, os imunizantes com o prazo de validade expirado haviam sido utilizados em 1.532 municípios brasileiros (veja AQUI).

No Maranhão, também foram identificados municípios que receberam doses aplicadas depois do vencimento. Após a reportagem, as prefeituras desmentiram os dados e disseram que todas as vacinas foram aplicadas corretamente e dentro da validade, seguindo o Plano Municipal de Imunização de cada cidade.

De acordo com a prefeitura de São Vicente Ferrer, a secretaria ainda não recebeu notificação do Ministério da Saúde ou qualquer outra autoridade sanitária e reforçou que todos os protocolos estão sendo seguidos, possuindo um procedimento operacional padrão que garante a segurança do processo de vacinação.

Uma resposta para “Prefeituras de Viana, Cajapió e São Vicente Ferrer desmentem reportagem da Folha de São Paulo sobre vacinas vencidas”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *