Morre aos 48 anos vítima da Covid-19 o compositor Mauro Sérgio, natural de Vitória do Mearim e um dos maiores baixistas do Maranhão

Vítima do Coronavírus, morreu na madrugada desta quinta-feira, 03, o compositor e baixista Mauro Sérgio, aos 48 anos. O artista é natural de Vitória do Mearim e um dos maiores contrabaixistas do Maranhão.

Mauro Sérgio

Segundo as informações, Mauro Sérgio morreu em um hospital de São Luis, onde morava com filhos e esposa há mais de 10 anos. O velório e enterro seguirá as recomendações da OMS para vítimas da Covid-19. Pelas redes sociais, moradores, amigos, autoridades e lideranças se solidarizam com a família e destacaram o papel importante que Mauro Sérgio desempenhou para a arte musical no Brasil.

O maranhense Mauro Sérgio era contrabaixista e compositor, formado no curso de Música Licenciatura pela Universidade Federal do Maranhão e professor do curso de contrabaixo elétrico da Escola de Música do Estado do Maranhão. Também participa da coordenação do Festival Internacional de Contrabaixo de São Luís (FIC’Z).

Ele integra o grupo de música instrumental “Farinha d’água” e da banda “Big Show Band”, além de desenvolver um trabalho solo como baixista instrumental. Iniciou a carreira como autodidata e vem se destacando no cenário musical por desenvolver uma técnica que une velocidade e complexidade, principalmente, a partir do fusion.

As linhas melódicas e arranjos intrincados feitos por Mauro Sérgio demonstravam que ele era um pesquisador e estudioso incansável da música instrumental. Por sua qualidade musical e performances surpreendentes, esse grande talento maranhense se destacava, cada vez mais, nos festivais de contrabaixo do Brasil e do mundo. Mauro Sérgio se apresentou em diversos estados brasileiros como Rio de Janeiro, São Paulo, Piauí, Maranhão, Bahia, Pará e no Distrito Federal. Também já se apresentou e ministrou workshops em Portugal.

O músico, que é natural de Vitória do Mearim (MA), já tocou com grandes nomes do contrabaixo nacional como Celso Pixinga, Ebinho Cardoso, Artur Maia, Sérgio Groove, Adriano Giffoni, Eduardanuy, Marcinho Eiras, e internacional, como Jim Stinnett, Grant Stinnett, Todd Johnson e Dom Moio (baterista). E participou de gravações de CD’s e DVD’s de vários artistas como Chiquinho França, Mano Borges, Metal & Cia, Quarteto Cazumbá, Pixinga Bass Festival, entre outros.

2 respostas para “Morre aos 48 anos vítima da Covid-19 o compositor Mauro Sérgio, natural de Vitória do Mearim e um dos maiores baixistas do Maranhão”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *