Mecinho abre sindicância para investigar documentação apresentada por professora em São João Batista

O prefeito de São João Batista, Mecinho, decidiu abrir uma sindicância para investigar uma professora da Rede Pública Municipal. Uma comissão foi constituída por três pessoas ligadas ao governo, responsável por apresentar um relatório no prazo de 30 dias.

Prefeito de São João Batista mandou investigar professora

De acordo com a portaria, o gestor quer que seja apurado possíveis irregularidades nas documentações apresentadas pela professora Ana Cristina Correa Everton durante o recadastramento feito no início da atual gestão municipal.

Além disso, Mecinho quer apurar eventuais infrações semelhantes durante o decorrer da investigação, de acordo com a portaria assinada nesta quinta-feira, 27, no Gabinete do Prefeito. A comissão que vai apurar as possíveis irregularidades é formada pelas professoras Iracema Botelho, Eliane Soares e Andrea Soares.

Elas terão 30 dias para apresentar um parecer. O blog apurou que a professora que Mecinho mandou investigar tem duas matrículas no município e que ingressou recentemente na Justiça com uma ação de abuso de poder contra o gestor. A ação ainda não tem decisão da Justiça.

Vejam a portaria…

16 respostas para “Mecinho abre sindicância para investigar documentação apresentada por professora em São João Batista”

  1. Essa e boa!’e a tia dele que ele empossou,quem vai investigar??? E essa equipe de investigação e boa kkkk só a panela x família me compre um bode,procure o que fazer prefeito dorminhoco.

  2. Seria bom estender esse pente fino em todas as matrículas dos professores… Tem mestrado, doutorado, (pós-graduação nem se fala) cujos contemplados nunca saíram daí… O problema é essa comissão: sem nenhuma credibilidade… ou seja, tem interesse que nada venha a tona!

  3. ingratidao porque a maioria da familia evertom tiveram a escolha errada em votar com esse tal prefeito porque a professora ana everton esta simplesmente procurando os direitos dela que esta na lei que esta assegurada na justica

  4. A parte boa dessa sindicância é que muita coisa vai surgir e escancarar muitas irregularidades. Alô vereadores, MP, PC, MPF, PF

  5. ingratidao porque a maioria da familia evertom tiveram a escolha errada em votar com esse tal prefeito porque a professora ana everton esta simplesmente procurando os direitos dela que esta na lei que esta assegurada na justica daqui a 4 anos tem eleicao de novo desse jeito voce vai ser ultimo colocado aproveita a vaca gorda vai ser so uma vez

    1. Esse deve ser algum safado que não fez campanha e não votou e tá comendo nesse governo, mais 4 anos passa rápido, esse prefeito estava tirando chupa da boca de cavalo, enxotando bode a pé, hj ele persegue a classe de professores, não deu aumento e persegue.

  6. Família Everton votaram quase todos pra Mecinho, o carro de SOM da Professora NEIDE, cadê a consideração por EDVAN, Robinho, por Colo que declarou apoio, por Gerson, o policial genro da professora, irmão de aguiar, ENGANOU !!!!!! todos, Mecinho Diolindo e Odiada, daqui a 3 anos e meio quero vê com que cara irão pedir votos pra essa família tradicional e grande de SJB

Deixe uma resposta para Gandhi Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *