Mecinho manda fechar bares, lanchonetes, restaurantes e academias e suspende atendimento presencial na prefeitura de São João Batista

O prefeito Mecinho resolveu endurecer as medidas contra o avanço do Coronavírus em São João Batista e assinou um novo decreto nesta terça-feira, 27, mandando fechar bares, lanchonetes, restaurantes, academias e suspendendo o atendimento presencial nas dependências da gestão pública.

Prefeito editou novas medidas contra a Covid-19

Segundo o documento, divulgado nesta quarta-feira, 28, no Diário Oficial do Município, as medidas levam em consideração o aumento de novos casos de Covid-19, que ontem chegaram a 31 ativos. Pelo decreto, ‘fica suspenso em qualquer horário, o oferecimento de entretenimento em bares e similares, bem como a realização de shows e eventos festivos, em locais públicos e privados, entre outras atividades que estimulem a aglomeração de pessoas.

Também está suspenso o atendimento presencial nas lanchonetes e restaurantes estando autorizado somente pedidos através de serviço delivery e temporariamente suspenso o funcionamento das academias de ginástica, musculação, crossfit, funcionais, danças e práticas integrativas em ambiente Público e privado, bem como o atendimento presencial ao Público na Prefeitura Municipal, secretarias e demais órgãos ou entidades municipais.

Mecinho também decretou que os estabelecimentos que comercializam gêneros alimentícios (mercados, mercearias e supermercados, açougues, verdureiros e afins) deverão cumprir as diretrizes sanitárias, o número de clientes dentro dos estabelecimentos deve ser de, no máximo, 50% de sua capacidade total, restringir o acesso ao estabelecimento somente 01 pessoa por familiar. As missas e cultos devem ser reduzidas a 50% de sua capacidade.

Por fim, o gestor suspendeu os calendários de eventos esportivos oficiais organizados pelo município, através de sua respectiva Secretaria, bem como, aquelas atividades esportivas praticadas de forma aleatória pela população em geral. As medidas previstas neste decreto poderão ser reavaliadas a qualquer momento, acrescentando-se outras, a depender da fase epidemiológica do contágio e permanecerão em vigor até o dia 15 de maio.

Vejam o documento, na íntegra…Novo decreto – Abril – São João Batista – Baixar

17 respostas para “Mecinho manda fechar bares, lanchonetes, restaurantes e academias e suspende atendimento presencial na prefeitura de São João Batista”

  1. Um prefeito sério e com autoridade, que cumpre e faz cumprir as leis. É disso que precisamos. Quem dera se nos demais municípios fosse assim, o Brasil seria outro.

  2. Um prefeito do interior resolvendo implantar o chamado ‘Lockdow’. Bolsonaro tem que ir urgente nesta cidade. Chega de extremismos.

  3. Mostra quem manda Mecinho. Te elegemos pra colocar ordem na cidade e as medidas são para o bem de todos nós. Parabéns

  4. Semana passada o prefeito e comitiva estavam num local de festa, onde as imagens mostravam congeladores, mesas, cadeiras e engradados de cerveja. Participa da festa e quer fechar bares

  5. pois precisa ser mas rígidos pois bem perto do comercial Pedro Penha tem um bar q nunca cumpriu hoje mesmo já passei por lá e está cheio até os filho dos donos ficam por lá entre tantos bebum seria bom de a secretária de saúde ir da uma averiguada

  6. depois que pulou de 12 p 31 em 10 dia ele é rigido, me compre um bode bando de puxa saco. a culpa e dele que não manda em nada e nomeo secretario a c de cavalo sem competencia nem uma, a covid nunca teve tão alta em sao joao, aqui em santana tem uma ruma de gente contaminada e ninguem anda de mascara, nem isso ele distribuio so na campanha com o 20 p enganar o povo e a camara fraca como caldo de peteca não vai fazer coisa alguma, deita e rola prefeito da mudança p pior

  7. Quando chegar o final de semana ele vai almoçar nos povoados e fazer reunião e a vice vai com o marido para churrasco, como fizeram no final de semana passado e libera corrida de cavalo no lago.

    1. ai não é culpa do prefeito …em sim da população todo mundo saber que temos que manter uma distância uma da outra..nao verdade

  8. Domingo o prefeito estava em uma festa de casamento em Ponta do Engenho e tinha mais de 100 pessoas aglomeradas. Ele pode participar de eventos e a população não pode trabalhar. Esse é um prefeito ligado ao comunismo.

  9. Queria ver o prefeito colocando decretos que realmente diminuísse os casos, tirar a renda das pessoas sem dar uma saída a elas não é cuidar de ninguém. Quem trabalha ,trabalha porque precisa,tem algum auxílio para os setores que ele está mandando fechar? E a saúde como está o hospital, tem teste para diagnosticar o vírus? Quais ações na área da saúde a prefeitura tem feito para cuidar da população,fechar as coisas não salva vida ,pelo contrário destrói,todos sabem como anda a economia da cidade depois que o prefeito assumiu,o dinheiro não gira, só perguntar para os
    pequenos comerciantes.Não defendam prefeito ,defendam o povo, cadê o tal projeto para contratação que foi votado em caráter de urgência,para que a urgência? Até agora não se decidiram em nada, já são quase 4 meses de administração, não era a mudança que SJB precisava? Prefeito fechar comércio do trabalhador e deixar eles sem renda não o ajudará a diminuir casos, ajudará a empobrecer a população,cadê o amor ao próximo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *