Gestores de São Bento, Bequimão, Bacurituba, Peri Mirim e Alcântara se unem para pedir conclusão da barragem de ‘Maria Rita’

Cinco prefeitos da Baixada Maranhense estão se unindo para enviar um ofício ao governador Flávio Dino para que conclua a barragem de Maria Rita, que vai ligar a cidade de Bequimão ao município de São Bento, servindo para ligar as demais cidades, com 12 quilômetros de extensão.

João Martins, Letícia de Sibá e Dino Penha vão enviar ofício à Flávio Dino para concluir estrada ligando municípios

O documento, que será assinada pelos prefeitos João Martins (Bequimão), Dino Penha (São Bento), Heliezer Soares (Peri Mirim), Letícia de Sibá (Bacurituba) e Padre William (Alcântara), foi discutido nesta sexta-feira, entre gestores e seus representantes com o secretário adjunto de radiodifusão do estado, Robson Paz; do secretário adjunto da SAF, Ivaldo Rodrigues, e com o superintendente de Articulação Política da Secap, Fredson Pereira.

Como já foram construídos seis quilômetros pela prefeitura de Bequimão, os gestores encaminharão um documento pedindo ao governador Flávio Dino a conclusão do restante e a reforma dos quilômetros já construídos. Os prefeitos da região destacaram a importância da obra para a região.

“Com a primeira etapa concluída, já observamos resultados positivos. A barragem permitiu que a água permanecesse por mais tempo nos campos e evitou a temida salinização. É evidente a importância dessa obra para a nossa região e para a subsistência de milhares de famílias, que retiram o seu sustento dos campos inundáveis”, destacou João Martins.

2 respostas para “Gestores de São Bento, Bequimão, Bacurituba, Peri Mirim e Alcântara se unem para pedir conclusão da barragem de ‘Maria Rita’”

  1. Não olhei o prefeito de Palmeirândia para fortalecer esse envio bom mesmo é que o governo crie uma MA como de São Bento ao cujupe iria ficar perto.encurtando vários km beneficiando outros municípios, conheço bem essa barragem de verdade não existe em vários locais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *