Em Matinha, ex-prefeito Beto Pixuta rompe com os irmãos Cutrim, fecha nomes para 2022 e mira em 2024

Uma aliança histórica foi desfeita desde o início deste ano em Matinha. Trata-se da parceria de vários anos do ex-prefeito Beto Pixuta com os deputados Glalbert e Gil Cutrim, que recebem sempre grandes votações graças ao grupo liderado pelo ex-gestor na cidade, principal nome da oposição no município.

Beto Pixuta em reunião com Felipe Camarão e assessores

Rompidos, os irmãos Cutrim terão dificuldades agora de atrair eleitores na cidade. Por outro lado, o ex-prefeito já fechou apoios para as eleições estaduais que se avizinham e mira as articulações para 2024, quando deverá voltar ao cenário político daquela cidade.

Segundo as informações chegadas ao Blog do Jailson Mendes, Beto Pixuta vai apoiar o atual secretário de educação do Governo do Estado, Felipe Camarão para a Câmara Federal. As conversas estão sendo feitas desde o ano passado entre os dois e, como todos sabem, o auxiliar de Flávio Dino não terá dificuldades de conseguir uma cadeira no Congresso Nacional.

Já para a Assembleia Legislativa, Beto deve anunciar nos próximos dias o nome escolhido, mas fontes do blog dão como certa o nome do ex-vereador Leandro Bello, irmão do secretário adjunto da Seduc, André Bello, também com grandes possibilidades de conseguir uma cadeira no Parlamento Maranhense.

O rompimento com os Cutrim e a adesão à Felipe Camarão miram a intenção de Beto Pixuta para voltar a disputar a prefeitura de Matinha, mas isso é assunto para outras matérias…

6 respostas para “Em Matinha, ex-prefeito Beto Pixuta rompe com os irmãos Cutrim, fecha nomes para 2022 e mira em 2024”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *