Por conta da pandemia, organizadores de blocos suspendem temporada pré-carnavalesca em São João Batista

O organizador do Bloco ‘Piracema’, Willame Barros, suspendeu a temporada pré-carnavalesca em São João Batista deste ano na cidade. O motivo é a pandemia provocada pelo Coronavírus.

Blocos suspenderam temporada pré-carnavalesca

Em um comunicado divulgado neste domingo, Willame Barros disse que a população atravessa um momento muito difícil. “Atravessamos um momento difícil, com a pandemia não podemos nos aglomerar e, por essa razão, o bloco Piracema ficou impossibilitado de levar alegria para o povo, abrilhantando as ruas da nossa querida São João Batista”, disse.

Ainda no anúncio, Willame disse que, caso haja liberação, uma apresentação será realizada durante o carnaval deste ano. A atração faz a alegria dos joaninos e de diversos foliões da Baixada Maranhense durante a temporada pré-carnavalesca e começa sempre durante o mês de janeiro. São quase 20 anos de apresentações durante os carnavais do município.

Mais blocos suspensos

Após o anúncio do Bloco Piracema, o ex-vice-prefeito Carlos Figueiredo também anunciou a suspensão do Carnaval Alternativo, que realizou sua primeira edição no ano passado; e o bloco ‘É com esse que eu vou’, que já se apresenta há vários anos em São João Batista.

“Respeitamos e entendemos o momento em que a nossa humanidade atravessa, com a pandemia do Coronavírus, que infelizmente tem assombrado a todos nós, e ceifado a vida de milhares de pessoas diariamente. Seguiremos na torcida pela ciência e pela vacinação em massa da nossa população”, afirmou Carlos Figueiredo.

No início do ano, o Bloco ‘Aranhacesa’, realizado há mais de 10 anos no povoado Olinda dos Aranhas, também anunciou que deverá suspender a edição deste ano. Organizado pelo ex-vereador Assis Araújo e a comunidade, o bloco é a maior atração carnavalesca da zona rural de São João Batista.

9 respostas para “Por conta da pandemia, organizadores de blocos suspendem temporada pré-carnavalesca em São João Batista”

    1. concordo
      mas o prefeito já começou assim fazendo merda
      e vai pedir primeiro autorização pra mamuska pra ver se ele libera ou não
      prefeito canoa hehehehehehe

      1. Claro que ele tem que pedir a opinião da mulher dele , em todos os momentos ela sempre esteve do lado dele, ela é esposaaaa e não amante.

  1. O Tribunal eletoral foi irresponsavel o erro não pode se repetir, o carnaval pode ser feito depois que a maioria fique vacinado e diminua os contaminado. o prefeito que tiver conciência não vai fazer

  2. Soube ainda pouco que a mãe do prefeito, pediu um emprego para um irmão dela, tio do prefeito e ele tinha concordado, quando a primeira dama soube, disse esse eu aceito e ponto final.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *