Julgamento de acusado de matar ex-vice-prefeito de Penalva é adiado outra vez

O julgamento do réu Adalton Silva Azevedo, acusado de matar o ex-vereador e ex-vice-prefeito de Penalva, Florêncio Privado, conhecido como Xulé, ganha mais um capítulo. Primeiramente, estava marcado para o dia 01 deste mês, mas após a troca de advogado de defesa do acusado, a juíza de Penalva adiou o julgamento para esta terça-feira -feira (15).

Ex-prefeito de Penalva foi assassinado em 2012 / Foto: TV Maracu

Um pedido da defesa para mudar o local do julgamento foi negado pelo Desembargador José de Ribamar Froz Sobrinho. Nesta terça-feira(15) o Conselho de Sentença do Tribunal do Júri se reuniria no Prédio da Câmara Municipal, como estava previsto, mas o julgamento foi adiado outra vez, à pedido da defesa do réu, alegando problema de saúde do acusado.

A juíza Nivana Pereira Guimarães, titular da Comarca de Penalva, que presidirá o Júri, deverá marcar outra data para o julgamento acontecer. Segundo as investigações, Adalton da Silva Azevedo, desferiu vários disparos de arma de fogo contra ex-vice-prefeito Florêncio Privado. O caso aconteceu no dia 08 de julho de 2012, na porta da casa da vítima, Xulé foi levado para São Luís e permaneceu internado em um Hospital particular, mas faleceu no dia 13 de Julho.

O crime causou grande repercussão na cidade, pois a vítima era muito conhecida. Xulé foi vereador por dois mandatos, no período de 1989 a 1992 e de 1993 a 1996. E vice-prefeito no período 1997 a 2000, assumindo como prefeito por 6 meses no período de junho à dezembro de 2000. Ainda estão foragidos dois indivíduos envolvidos no caso.

O mandante do crime e o piloto da moto que deu fuga ao assassino. O acusado do homicídio encontra-se preso desde o mês de fevereiro deste ano.Ele estava na cidade de Castanhal-PA e foi transferido no dia 18 de Novembro para o Estado do Maranhão, onde permanece preso em Pedrinhas. Fonte: Maracu

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *