Procaf beneficia índios Gamelas em Viana e agricultores de Cajari são beneficiados pelo Plano Mais IDH

Os povos indígenas da etnia Gamela, do município de Viana, realizaram nesta última semana, a comercialização de seus produtos para o Procaf – Programa de Compras da Agricultura Familiar. Por meio da produção e da valorização da cultura e da arte indígena, ela e a família estão conseguindo aumento na renda participando das feiras da agricultura familiar do município de Cajari e comercializando para as cidades de Matinha, Viana e São Luís.

Indígenas comercializam produtos em várias cidades da Baixada

Nove indígenas entregaram 1.520 kg de produtos: juçara (fruto), manga rosa, bolo de macaxeira e de tapioca, frango vivo, peixe, além de produtos provenientes do coco babaçu. Os alimentos foram doados para o Centro de Referência em Assistência Social (Cras) e doados para famílias em situação de vulnerabilidade social do município.

Em Cajari, no povoado Cambucá, agricultores familiares estão produzindo e comercializando na região da Baixada Maranhense. As ações acontecem através dos extensionistas do Plano Mais IDH que acompanham diariamente os trabalhadores rurais em suas áreas de produção.

Um dos exemplos de casos exitosos do município é o da agricultora familiar e artesã, Ezileide Santos, da etnia Akroá-Gamela, que além de produzir e comercializar alimentos como farinha, abacaxi, corante e ata também vem comercializando artesanato derivado da tala do guarimã, como copos, cestas, peneiras, tipitis, bolsas, balaios, chapéus e outros.

O Procaf é uma ação do Governo do Maranhão por intermédio do Sistema da Agricultura Familiar (SAF, Agerp e Iterma), no âmbito do Plano Emergencial de Empregos Celso Furtado. Neste ano, foram contempladas 87 associações de agricultores familiares e indígenas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *