Justiça Eleitoral define data e modelo de diplomação dos eleitos em São João Batista, Cajapió e São Vicente Ferrer

A Justiça Eleitoral decidiu não realizar a tradicional sessão solene para a diplomação dos eleitos nas cidades de São João Batista, Cajapió e São Vicente Ferrer. Nos três municípios, as eleições foram comandados pelo juiz Moisés Souza de Sá Costa e pelo chefe do Cartório Eleitoral de São João Batista, Josielson Figueiredo.

Mecinho, Dr. Marcone e Adriano serão diplomados na próxima semana

De acordo com o documento que disciplina a diplomação dos eleitos nas três cidades, eles deverão acessar uma página no site do Tribunal Regional Eleitoral a partir do dia 16 deste mês e fazer a impressão dos certificados de diplomação disponibilizados pela Justiça Eleitoral. Deste modo, não haverá diplomação física.

Ainda de acordo com o documento, serão diplomados o prefeito, o vice, os vereadores eleitos e o primeiro suplentes de cada partido nos três municípios. O juiz alertou que todos os prazos legais das eleições irão contar mesmo que o eleito não acesse a página para obtenção do seu diploma e que a inobservância do prazo para encaminhamento das prestações de contas impede a diplomação dos eleitos.

A posse deve acontecer no dia primeiro de janeiro, bem como a eleição para a Mesa Diretora da Câmara de Vereadores das três cidades. Vejam a lista dos eleitos e dos suplentes que serão diplomados em cada município.

Edital – Lista de eleitos e suplentes – Baixar

Uma resposta para “Justiça Eleitoral define data e modelo de diplomação dos eleitos em São João Batista, Cajapió e São Vicente Ferrer”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *