Justiça nega pedido da coligação de Edmilson para suspender pesquisa que aponta vitória de Ronildo em Penalva

A juíza eleitoral de Penalva, Nivana Pereira, negou um pedido da coligação do candidato do PDT, Edmilson Viegas, para suspender a divulgação da pesquisa DataIlha, que aponta ampla maioria de Ronildo Campos, que deve vencer as eleições no próximo domingo.

Justiça manteve pesquisa que aponta Ronildo na frente

Os advogados da coligação disse que a sondagem estaria em desacordo com a legislação e que teria omitido informações como origem de recursos, plano amostra nos bairros pesquisados. Porém, a juíza que julgou o caso negou a tentativa de barrar a pesquisa e manteve a divulgação do levantamento.

Segundo ele, o Instituto DataIlha apresentou a fonte dos recursos para realizar a pesquisa menciona todos os bairros onde os levantamentos foram feitos. “Diante de todo o exposto, não caracterizada a plausibilidade do direito, pois pelo que foi trazido aos autos e por mim verificado no Sistema PesqEle, o instituto representado procedeu conforme orientação da legislação eleitoral, para o devido registro e divulgação de pesquisa eleitoral numero MA–05178/2020”.

Por fim, ele indeferiu o pedido da coligação de Edmilson Viegas e manteve a divulgação da sondagem, feita entre os dias 05 e 07 deste mês. A pesquisa foi divulgada no dia 10 e Ronildo aparece com 54%; Edmilson Viegas 34,6%; Surama Rocha 5,4% e Igor Penalva 1,9%. Na espontânea, Ronildo aparece com 55,1%; Edmilson 37%; Surama 4,5% e Igor Penalva com 1,6% dos votos válidos.

Decisão – Penalva- Baixar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *