Moradores voltam a interditar MA-014 contra lixão; prefeita de São Vicente Ferrer alega perseguição política

Moradores do povoado São Jerônimo voltaram a interditar a MA-014 desde o início da manhã desta quarta-feira, 04. O motivo, segundo as informações passadas ao Blog do Jailson Mendes, é a fumaça e o mal cheiro do lixão da cidade, que fica próximo às residências.

Moradores voltaram a interditar a rodovia estadual

Ontem, os protestos iniciaram pela manhã mas cessou logo após o meio-dia. Eles reivindicam a saída do lixão do local e querem conversar com a prefeita da cidade, Conceição Castro, para saber como ficará a situação. Até agora, a gestora ainda não foi ao local dos protestos.

Em conversa com o blog, Conceição alegou perseguição política de um grupo da oposição e que, inclusive, conta com a participação de pai e aliados de candidatos a prefeito e a vereador. Segundo ela, há uma intenção de criar um fato político próximo das eleições municipais.

Conceição também informou que o Ministério Público requer que seja feito um novo lixão, mas que isso precisa de uma nova licitação. A chefe do Executiva disse que antes de seu governo o lixão era totalmente aberto e que agora está amurado e que está procurando saídas para resolver o impasse.

Enquanto isso veículos estão amontoados nos dois sentidos da rodovia estadual. Vejam fotos…

 

 

2 respostas para “Moradores voltam a interditar MA-014 contra lixão; prefeita de São Vicente Ferrer alega perseguição política”

  1. Seria isso realmente algo político visto que a prefeita não é candidata e nem sobe em palanque para apoiar candidato algum (o motivo eu não sei)?
    Esse lixão é um problema sério que vem se arrastando durante anos e agora explodiu. De fato eu não concordo com esse tipo de manifesto onde se paralisa o trânsito das pessoas, seria mais viável trancar as entradas do lixão e exigir providências do poder executivo e do judiciário… infelizmente todo e qualquer manifesto é levado para o cunho político.

  2. Anseio da população completamente legítimo, o argumento de relação com a política não pode tirar a razão das pessoas como alguns que são contra o manifesto querem fazer. Pode não ser o melhor momento mas talvez em outro não geraria tanto impacto e teria menos chance de alguma solução.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *