Ministério Público de Vitória do Mearim abre inquérito para apurar suposta ação poluidora no Rio Grajaú

A promotora de Justiça de Vitória do Mearim, Karina Freitas, decidiu abrir um inquérito para investigar uma suposta ação poluidora no Rio Grajaú, afluente do Rio Mearim, que está causando coloração esverdeada do rio e mortalidade de milhares de peixes.

Milhares de peixes morreram no Rio Grajaú

A decisão vem após os moradores realizarem vídeos mostrando a mortandade de milhares de peixes e informações de que poderia ter alguém por trás de ação, colocando em risco a saúde da população (reveja AQUI).

De acordo com o Ministério Público, a Secretaria Municipal de Vitória do Mearim informou que está apurando a causa da cor esverdeada do Rio Grajaú bem como a mortandade de vários peixes na região afetada, que fotos comprovam a existência de coloração diferenciada do leito do Rio Grajaú e que o problema noticiado carece de investigação e adoção de medidas necessárias, para a proteção ao meio ambiente, ao bem-estar e à saúde pública.

Para apurar o caso, ela instaurou um inquérito e pediu que a Secretaria Municipal de Meio Ambiente informe quais foram as providências tomadas e se foi realizado perícia na água e nos peixes mortos; solicitou uma perícia da Secretaria Estadual de Meio Ambiente (SEMA) e que a Defesa Civil do Estado do Maranhão realize uma vistoria no local adotando as providências cabíveis, diante de irregularidades constatadas.

Portaria – Vitória do Mearim – Baixar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *