Em artigo, Luiz Figueiredo fala sobre abuso de poder econômico nas eleições deste ano

Exatamente 5.570 municípios brasileiros irão renovar mandatos ou reeleger seus executivos e legisladores para mais um período de quatro anos. A nossa legislação eleitoral e a própria Constituição Federal estabelecem que todos podem concorrer à reeleição no exercício do mandato.

Luiz Figueiredo, ex-prefeito de São João Batista

Isso seria perfeitamente aceitável para os mandatos legislativos, uma tradição desde implantação do regime republicano e democrático. Mas quando se trata dos mandatos de prefeito é um verdadeiro casuísmo, situação esdrúxula como já foi também o caso dos senadores biônicos ou indiretos.

Já tivemos mandatos de dois, cinco e seis anos de acordo com a conjuntura política no momento. Precisamos de uma reforma política urgente para corrigir muitas distorções e anomalias no processo eleitoral. É de certa forma injusto concorrer com um candidato no exercício do mandato quando ele tem à sua disposição toda a máquina administrativa e os recursos do tesouro municipal, geralmente usado e abusado sem escrúpulos.

Já se ouve falar a toda hora, a corrida desses candidatos e seus cabos eleitorais assediando famílias em troca de favores generosos para angariar votos. Precisamos dar um basta nisso!!!

Na minha opinião o gestor para concorrer à reeleição deverá se desincompatibilizar pelo menos três meses antes do pleito, ou para um mandato de cinco anos sem reeleição, o que me parece mais justo e democrático. Digo isso porque os prefeitos por mais desastrosos, ainda têm votos. E com o uso do dinheiro do povo poderão se reeleger deixando a população sofrer por mais quatro anos.

Tenhamos cuidado eleitores!!! Vamos reeleger e eleger vereadores comprometidos com as causas populares, e que não envergonhem a sociedade e a classe política, manchando as tradições de um povo honrado e trabalhador.

O nosso voto é a nossa arma, é nossa lei, como já dizia uma música de campanha. Vamos expurgar de uma vez por todas esses corruptos para que possamos vislumbrar dias melhores para as nossas famílias, especialmente para os nossos filhos, e a ESPERANÇA de bem estar e desenvolvimento social.

Luiz Figueiredo, administrador, ex-vereador e ex-prefeito de São João Batista

8 respostas para “Em artigo, Luiz Figueiredo fala sobre abuso de poder econômico nas eleições deste ano”

  1. Gostei muito do seu artigo. Gosto muito ler o que o senhor escreve, sempre preocupado com a nossa terra! Precisamos moralizar a administração municipal.

  2. Pelo que eu entendi o que o Dr Luis escreveu vale pra corruptos e corruptores e por uma reforma política necessária.
    Você conhece algum corrupto em São João Batista?

  3. Referindo-me ao comentário do Joca acredito que o artigo não enquadra o candidato Carlos Figueiredo.
    Não se tem conhecimento de qualquer denuncia ou condenação do mesmo.
    Ele tem o perfil do candidato que precisamos para o momento, arrojado, trabalhador e com condições de trazer os recursos para o nosso município.
    Não adianta dizer que tal candidato é antipático, feio, etc.
    O candidato precisa ter visão administrativa, competência e conhecimento
    Obrigado

  4. Essa eleição vai servir pra enterrar de vez, muitos que o eleitor rejeita e eles teimam em aparecer a cada 02 anos. Exemplo disso: Luis Figueiredo,Zequinha,Amarildo,Luis Everton,Surama,Tonho .
    O Mecinho é o nome da vez,porém se cair na mesmice e fizer uma adm fraca, dará margem pra eleição do Carlito em 24.
    É hora dos mais jovens tomarem suas decisões e assumir o protagonismo da politica local.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *