Bomba: PSC pede ao MP para impugnar candidatura de Rui Filho, candidato do prefeito de Arari

A Comissão Provisória do Partido Social Cristão (PSC) enviou um pedido ao Ministério Público que impugne a candidatura do ex-prefeito Rui Filho, candidato do atual prefeito de Arari, Djalma Melo. Rui lança a sua candidatura hoje, 16, pelo PTB, mas ainda não registrou sua candidatura.

Rui Filho e Djalma Melo, em Arari

Segundo um documento obtido pelo Blog do Jailson Mendes, a comissão do PSC comunicou ao Ministério Público sobre as condenações e decisões de prestações de contas reprovadas, o que deve ser objeto de impugnação de candidatura, por parte do órgão fiscalizador.

De acordo com o presidente da legenda, Alexandre da Costa Alves, o partido encaminhou todas as condenações e prestações de contas reprovadas no Tribunal de Contas e alertou o MP para barrar a candidatura de Rui Filho. Não há, até agora, nenhuma manifestação do órgão.

Suspensão de direitos políticos

O ex-prefeito Rui Filho está com seus direitos políticos cassados desde 2019 pela Justiça de Arari, em uma ação de improbidade administrativa protocolada pelo Ministério Público. Segundo a decisão, assinada em abril de 2019, o ex-prefeito foi acusado pelo MP de contratar servidores sem concurso público, após várias sentenças proferidas pela Justiça do Trabalho, as quais reconheceram a forma irregular de investidura desses funcionários.

Na época, o juiz Luiz Emílio Bittencourt julgou procedentes os pedidos do Ministério Público e condenou o ex-prefeito a suspensão dos direitos políticos pelo período de 05 anos; pagamento de multa civil correspondente a 50 vezes o valor da remuneração percebida pelo réu em 2004, quando era prefeito de Arari; e proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios pelo prazo de 03 anos.

A decisão pode ser acessada, na íntegra, pelo número 653-55.2008.8.10.0070 ou pode ser baixada AQUI.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *