Em menos de 24 horas, três assassinatos e uma tentativa de homicídio na cidade de São Bento

Três assassinatos a tiros e uma tentativa de homicídio ocorreram em um intervalo de 12 horas na cidade de São Bento, Região da Baixada Maranhense. Uma das vítimas foi o cigano Ivaldo, o Sem Camisa. O crime ocorreu durante o período da manhã desta sexta-feira (3), no bairro Isaaclândia.

Casos aconteceram em menos de 24 horas

De acordo com a polícia, essa ação criminosa também resultou na morte de um homem, identificado como Seu João; e um adolescente, de 14 anos, foi baleado no braço. O caso está sendo investigado pela equipe da Delegacia de Polícia Civil de São Bento. O delegado Rodrigo Alonso declarou que as vítimas estavam em um veículo Ônix vermelho, de placas não identificadas, e foram abordados por dois criminosos, que estavam em uma motocicleta branca.

Seu João, que estava no banco carona do carro, ainda tentou fugir, mas acabou sendo baleado nas costelas e morreu a caminho do hospital daquela cidade. Ivaldo foi baleado na cabeça e morreu dentro do veículo. O adolescente, que estava no banco traseiro, acabou sendo atingido no braço e foi levado para o hospital onde passou por tratamento cirúrgico, mas não corre mais risco de morte.

O delegado informou que testemunhas já foram ouvidas na delegacia e as vítimas vinham sofrendo ameaça de morte. Também existem informações que Seu João era suspeito de ter cometido um crime de homicídio doloso no município de Cajapió, ocorrido no mês de agosto do ano passado. Ivaldo tinha envolvimento com agiotagem na Baixada Maranhense. “A polícia está trabalhando para identificar e prender os acusados desse duplo assassinato e tentativa de homicídio, inclusive, as oitivas já iniciaram na delegacia”, contou o delegado Rodrigo Alonso.
Faccionado

O delegado também disse que durante a madrugada de sexta-feira (3), foi executado o ex-presidiário e faccionado, identificado como Júnior, dentro de sua residência, localizada na área central de São Bento. Esse crime contou com a participação de mais de 10 integrantes de uma facção criminosa. Ainda segundo o delegado, os criminosos chegaram ao local do crime em dois veículos, de marca e placas não identificadas, e disseram que eram policiais. Eles efetuaram vários tiros em plena via pública e invadiram a residência da vítima.

O delegado informou que a vítima foi baleada na frente de sua namorada, nome não revelado, e os acusados tomaram rumo ignorado. Os militares foram acionados, mas não conseguiram prender os criminosos. “A vítima era integrante de facção criminosa como ainda havia suspeitas de envolvimento com o tráfico de droga”, frisou Rodrigo Alonso.
Ex-parlamentar

O assassinato do ex-vereador de Penalva, Edésio Rodrigues Dominici, Dezão, de 62 anos, continua sendo investigado pela equipe da Delegacia Regional de Viana. Ainda no último dia 2, a polícia prendeu em cumprimento de ordem judicial o acusado de ordenar a execução, nome não revelado, mas, as incursões continuam sendo realizadas no interior para prender o executor, identificado como Branco. EMA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *