Suspeitos de fabricar e vender álcool gel são ouvidos e polícia apreende materiais em laboratório em São João Batista; ouvidos negam

A Polícia Civil realizou uma operação na manhã desta segunda-feira, 30, contra a venda e fabricação de álcool gel na cidade de São João Batista. Segundo o delegado Mateus Ferraz, um laboratório foi desmontado e duas pessoas foram ouvidas.

Materiais apreendidos

Pelo boletim encaminhado à imprensa, o laboratório funcionava na sede da cidade e durante a operação foram encontrados diversos materiais e embalagens, produtos prontos e embalados, inclusive com preços de venda. Dentro do local, foram encontrados não apenas álcool em gel, como também perfumes, sabonetes e diversos outros produtos fabricados pelo conduzido, sem que tenha registro na Anvisa ou qualquer tipo de fiscalização sanitária.

A operação iniciou com as denúncias de que um indivíduo joanino estava vendendo álcool em gel falsificado em diversos povoados de São João Batista. À luz dessa denúncia, a Polícia Civil imediatamente iniciou as investigações e conseguiu descobrir que o fabricante dos produtos era um professor de química do município, que operava dentro de um laboratório clandestino dentro de sua residência.

O conduzido foi preso em flagrante por diversos crimes contra o consumidor e contra a saúde pública e encaminhado à Delegacia de Polícia Civil. As investigações terão continuidade em relação aos demais suspeitos e envolvidos, inclusive o acusado de vender os produtos. O crime envolve questões sanitárias e de saúde público, segundo o delegado, que também informou que é de alta reprovabilidade social, sobretudo diante da crise sanitária e epidemiológica em que o mundo vive com a pandemia do coronavírus

Pela legislação atual, a polícia está proibida de informar nomes e fotos dos suspeitos dos possíveis crimes, mas segundo o que o Blog do Jailson Mendes colheu, os suspeitos investigados são os professores Raimundinho de Corina, que foi preso em flagrante, e Ivaldo Pereira, que foi ouvido e liberado.

Envolvidos negam

O Blog do Jailson Mendes procurou os envolvidos e alguns familiares, por telefone. O professor Ivaldo disse que já prestou esclarecimentos e que tudo não passou de um mal entendido. Ele afirmou que apenas levou o produto para um amigo que o procurou antes e que não vendeu nenhum produto.

O professor Raimundinho de Corina não pode ser contactado, mas o blog recebeu uma nota do seu filho, David Cutrim. Confiram…

Nota de Esclarecimento

Quero esclarecer que papai (Prof. Raimundinho) foi detido por que, a pedido de Ivaldo, fez um álcool e gel, uma única vez. Papai jamais imaginou que Ivaldo iria vender esse álcool pela zona rural como Ivaldo está sendo acusado.

É de conhecimento de todos que papai fabrica sabão e sabonete artesanal do reaproveitamento do óleo de cozinha usado e alguns outros produtos, que, inclusive, muitos aqui já usaram e também esse projeto já foi apresentado em várias escolas e postando em grupos de Whatsapp.

Tomara que o delegado e juiz, se é que tem ordem judicial, tenham consciência que papai não agiu de má fé, que todos os produtos achados em casa não era escondido de ninguém, eram usados para sabão e sabonete artesanal, não acharam nada de álcool e gel na sua casa, e, que, inclusive, tinha orgulho de mostrar que era um professor que contribuía com meio ambiente ao reaproveitar o óleo usado, que tudo seja esclarecido, para que não cometa mais o erro de ir atrás de pessoas gananciosas que buscam tirar proveito da população num momento difícil como esse.

21 respostas para “Suspeitos de fabricar e vender álcool gel são ouvidos e polícia apreende materiais em laboratório em São João Batista; ouvidos negam”

  1. Esse Ivaldo, só não vende vento, pq não pode embalar kkkkk, cabra doido da peste por dinheiro, imagina se esse cara não fosse professor do Estado e do Município, além de comerciante, queria saber onde ele, toca todo esse dinheiro.

  2. Me compre um bodi Dayvd Cutrim. Teu pai sabia sim de tudo RapZ, q fazer mídia aqui. Já não basta no grupo q ninguém t suporta, Agora segura o veneno de vcs, fazendo mal a todo mundo com essas químicas doida. Boa e atoa q só andam de Carrao em sjb. Q a justiça seja feita nos 2

    1. Primeiramente o assunto pessoal de DAVID com polícia não tem nada a ver vc devia respeitar a família todos sabem que Raimundinho e de boa índole e nunca fez mal a ninguém as pessoas só dao o que tem no coração e diante dessa situação o que vc deseja é isso o que vc tem no seu coração. No mais todos estamos tranquilos pois sabemos da índole dele

      1. Obrigado Maria , nem sabia disso , fui surpreendido com essa noticia pela minha irmã chorando e desesperada. Todos sabem quem é meu pai em sjb, nunca fez mal a ninguém e a justiça saberá reconhecer isso …

    1. Belo exemplo esse professor está dando, acabando com as pretensões políticas do filho. Sobre essa questão Rotondo será implacável, crime contra a saúde pública, semana passada essa Matéria foi exposta por Celso Russomanno e o próprio ministro Sérgio Moro, infelizmente o crime dessa dupla é gravíssimo

  3. Jailson Mendes é sensacionalista Raimundinho todos nos sabemos que ele já expôs seus produtos em vários lugares como escolas, feiras de produtores, e nem por isso foi detido pela policia – produtos de fabricação artesanal.

    Acredito, conheço e sem dúvida nao é uma pessoa tao ambiciosa ao ponto de ser valer da atual situação de saúde publica mundo.

  4. David, é melhor ficar calado e não venha dar explicações, irá é mais complicar a situação. Eu só contra ater do acusado vim dar explicação, ele(s), tem que dar pra justiça e não pra mim. Agora não tem ninguém inocente nessa história…

  5. Gente,o cúmulo do absurdo fazer isso com Raimundinho, pessoa do bem,sabia que ele fazia sabão de óleo usado. Espero que Deus restabeleça tudo em sua vida. Pessoas ruins existem em todo lugar. Torço por vc Raimundinho.

  6. Quem diria Raimundinho e Ivaldo,que duplinha!!! Tome,bem feito!!!! Alô MP, Ivaldo apresentou atestado de doida e ainda assim é professor do Estado e do Município, pq não está aposentado??? Vai ter que se explicar pra ROTONDO

  7. Gente esse Ivaldo falando que não vendeu nenhum dos produtos além de vender o álcool em gel falso ainda tava vendendo máscara feita de TNT,inclusive vendeu pra minha família no Jabotituba

  8. Hipócritas! pois que sois semelhantes aos sepulcros caiados, que por fora realmente parecem formosos, mas interiormente estão cheios de ossos de mortos e de toda a imundícia.
    Mateus 23:27

  9. As pessoas não tem consideração cm ninguém , meu tio éhonesto, só pq não tem o selo da Anvisa significa q o produto é falso.
    Falso sao às pessoas q estão contra ele em um momento difícil como esse ….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *