Projeto desenvolvido por professora da Baixada Maranhense é único vencedor do nordeste na 1ª Edição do Prêmio Professor Transformador

Um projeto desenvolvido pela professora Francilda Fonseca Machado, natural da cidade de São Vicente Ferrer, voltou a ficar entre os melhores do Brasil. Desta vez, o projeto ‘Sarilho: a história vira cena’, desenvolvido em uma escola da Rede Pública Municipal de São Bento, ficou entre os 12 melhores projetos do país na primeira edição do Prêmio Professor Transformador.

Professora Francilda desenvolve a ação na Baixada

O prêmio é uma ação desenvolvida pela Base2edu em parceria com o maior congresso de educação básica da América Latina, o Bett Brasil Educar. A iniciativa visa premiar e compartilhar ricas práticas educacionais e o aprendizado em rede, para estimular uma grande e sustentável transformação na educação brasileira.

Lançado para destacar projetos inovadores aplicados por professores da Educação Básica de todo o país, o Prêmio Professor Transformador divulgou em janeiro a lista dos 350 projetos semifinalistas, escolhidos entre os mais de 1200 inscritos nesta primeira edição do Prêmio e agora, nesta nova fase, os organizadores divulgaram a lista dos 12 melhores do país. Vejam AQUI, a lista de todos os projetos selecionados.

O projeto da professora da Baixada Maranhense foi classificado na categoria Ensino Fundamental II, juntamente com outros dois projetos dos estados de São Paulo e Rio de Janeiro. Em toda a premiação, apenas o desenvolvido no Maranhão foi selecionado no Nordeste. Uma outra análise definirá quem representará, em Londres, os brasileiros.

Esta não é a primeira vez que a professora se destaca nacionalmente pelo seu trabalho. Em 2019, ele ficou entre as 50 finalistas do Prêmio Educador Nota 10, organizado pela Fundação Victor Civita, em parceria com Abril, Globo e Fundação Roberto Marinho. “Nós já inscrevemos a nossa iniciativa em vários prêmios e já ganhamos diversos prêmios, mas este aqui consolida nosso trabalho, pois chegamos à final. Representando minha escola querida Santa Bárbara, o povoado Santa Bárbara, São Bento, São Vicente Ferrer, na verdade é a única experiência do Maranhão e única do Nordeste na lista dos 12. A Deus a honra”, comentou a professora dizendo que receberá a premiação em São Paulo.

O projeto

O projeto escolhido foi ‘Sarilho: a história vira cena’, desenvolvido pela disciplina História, comandada pela professora, em São Bento, na Baixada Maranhense. Em uma comunidade rural, remanescente de quilombos, que vive da pesca e da produção de farinha de mandioca, os alunos foram incentivados a estudar a história local formando uma pequena companhia de teatro.

Projeto desenvolvido em São Bento

O grupo de crianças de diferentes idades, que participam voluntariamente, escreve e encena suas próprias peças depois de fazer pesquisas sobre o povoado, as casas de farinha e seus equipamentos e entrevistas com os trabalhadores. O teatro é um recurso valioso na medida em que a representação da realidade possibilita o distanciamento necessário para analisá-la de modo reflexivo e por isso a estratégia da professora Francilda é interessante.

Ao planejar suas encenações, a turma pode despertar para a importância do cotidiano, percebendo que o indivíduo faz história enquanto vive. Além disso, desenvolveu um sentimento de pertencimento, identidade e valorização de aspectos históricos de São Bento, dos sujeitos locais e da influência de culturas como a negra e a indígena’, de acordo com o release divulgado pelo projeto.

O prêmio

O Prêmio Professor Transformador é uma ação desenvolvida pela Base2edu em parceria com o maior congresso de educação básica da América Latina, o Bett Brasil Educar. Com esta iniciativa objetiva-se o compartilhamento de ricas práticas educacionais e o aprendizado em rede, para estimular uma grande e sustentável transformação na educação brasileira.

BASE2EDU é uma rede de educadores que estão criando um novo país a partir da transformação da educação: conectando educadores transformadores, promovendo práticas de ensino-aprendizagem que valorizam metodologias ativas e ajudando a inovar a maneira como se ensina e aprende a partir do uso de novas tecnologias.

As inscrições para o Prêmio Professor Transformador foram encerradas em 22 de novembro de 2019. O prêmio contempla quatro categorias: Professor transformador da educação infantil; do ensino fundamental 1; do ensino fundamental 2 e do ensino médio.

2 respostas para “Projeto desenvolvido por professora da Baixada Maranhense é único vencedor do nordeste na 1ª Edição do Prêmio Professor Transformador”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *