PGM diz que Magrado estuda suspender licitação da empresa que realiza concurso de Viana

Em uma rádio local, o procurador geral do município de Viana, Hilberth Lobo, disse que o prefeito Magrado Barros estuda a possibilidade de suspender a licitação que terminou na contratação da empresa Crescer Consultorias, que estar realizando o Concurso Público do município.

Prefeito estuda suspender licitação

Ele comentou uma matéria publicada ontem no Blog do Jailson Mendes, a respeito de um pedido do Ministério Público para que seja suspenso o certame, com base em diversas irregularidades e decisões envolvendo a empresa no estado do Piauí. Sobre isso, o PGM disse que as decisões no estado vizinho foram após a contratação em Viana.

Segundo o procurador, a informação do pedido formulado pelo MP procede, mas não existe ainda nenhuma decisão da Justiça sobre o pedido de suspensão e recomendou que as pessoas inscritas continuem aguardando e estudando. Hilberth lembrou que já havia pedido que as pessoas aguardassem o pagamento das inscrições, mas que após isso a prefeitura e a empresa assinou um TAC com o Ministério Público para sanar as irregularidades no edital.

Na entrevista, o advogado disse ainda que a PGM só irá se manifestar após ser notificada e que o órgão que representa a prefeitura judicialmente entende que é necessária a troca da banca examinadora. Ele torceu para que uma nova licitação seja feita e que a empresa vencedora seja a Sousândrade, que está realizando o certame da cidade de Arari.

No fim da participação do procurador, ele informou que até agora não existe nenhuma decisão nem do prefeito e nem da Justiça. Ele também criticou bastante a administração passada, comandada pelo ex-prefeito Chico Gomes, que, segundo ele, tentou realizar o concurso de 2014 com bastante irregularidades e que até agora o município de Viana está sendo penalizado por dívidas deixadas pelo ex-prefeito.

Irregularidades

O concurso da prefeitura pretende efetivar mais de 330 profissionais. A empresa contratada é a Crescer Consultorias, que enfrenta uma série de denúncias no Maranhão e no Piauí. Uma decisão de um juiz do estado proibiu que a empresa realizasse concurso em todo o Brasil.

Com base nisso e nas irregularidades apontadas no edital e na licitação, a Promotoria de Justiça pediu que seja suspenso o concurso e, no mérito, seja declarada a nulidade do certame. Ainda não há nenhuma decisão quanto ao pedido da promotoria.

Vejam o vídeo da entrevista. A participação do procurador começa após os 50 minutos.

 

2 respostas para “PGM diz que Magrado estuda suspender licitação da empresa que realiza concurso de Viana”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *