Três pessoas são presas e 185 papelotes de drogas são apreendidos durante operação policial em Penalva

A Polícia Civil de Penalva, com apoio da Polícia Militar e Guarda Municipal, prendeu três pessoas por tráfico de drogas ontem, 21. As prisões são resultantes da Operação Fúria, que tem o objetivo de combater o tráfico de droga no município na região.

Presos na cidade Penalva / Foto: Polícia Civil

Segundo o delegado Jesimiel Alves, que coordenou a operação, foram presos Jhonata Serra Costa, Lourinaura Mendes e Edvaldo da Silva Santos, que serão encaminhados para o Sistema Penitenciário Estadual, após procedimentos de praxe.

Durante a ação, foram cumpridos mandados de busca domiciliar que resultaram na apreensão de 35 (trinta e cinco) papelotes de crack; 153 invólucros de maconha, R$ 601,55 reais, que segundo a polícia, são oriundos da comercialização de drogas; e outros apetrechos utilizados para comercialização de drogas.

Vejam as fotos…

2 respostas para “Três pessoas são presas e 185 papelotes de drogas são apreendidos durante operação policial em Penalva”

  1. Parabéns para todos os envolvidos nesse trabalho de inteligência, quando assistimos penalvenses-maranhenses envolvidos com criminalidade, tráfico de drogas, roubos, furtos, feminicídio, homicídios e outras contravenções ficamos tristes pelas famílias, filhos e parentes que sofrem com seus filhos, filhas e entes queridos que se envolvem com a criminalidade em geral, e refletimos um pouco:”temos vários outros meios de sobrevivência no município e na baixada e por todo o Brasil, e em Penalva temos uma gama de opções: agricultura familiar, venda de peixe, legumes, verduras e diversas outras opções que são oferecidas de forma licita, sendo que algumas pessoas fazem a opção pelo ilícito, prejudicando a imagem do município, de suas famílias e etc…PARABÉNS A POLÍCIA CIVIL, POLÍCIA MILITAR e a GUARDA MUNICIPAL.

  2. Parabéns por esse trabalho de extrema necessidade, mas seria bom vcs expandir a outros municípios como por exemplo Olinda Nova do Maranhão, logo após Matinha, percebi que os jovens a maioria são usuário, isto é triste!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *