Com voto de Edmar Cutrim, TCE acolhe recurso de Beto Pixuta e não se manifesta sobre contas de 2007

O Tribunal de Contas do Estado decidiu não se manifestar sobre as contas do ex-prefeito Beto Pixuta referentes ao ano de 2007. Em 2016, o tribunal julgou irregulares as contas, mas após um recurso do ex-gestor de Matinha, o TCE decidiu não se manifestar.

Beto Pixuta ao lado de Edmar Cutrim

A decisão foi publicada no site do órgão no ultimo dia 19 e, segundo advogados ouvidos pelo Blog do Jailson Mendes, uma recente norma permite que os conselheiros podem, em alguns casos, deixar de se manifestar, ou seja, sem emitir parecer final pela aprovação ou reprovação das contas.

Com o voto de Edmar Cutrim, aliado político do ex-prefeito em Matinha e o responsável pelo apoio dado por Beto Pixuta aos seus filhos, Glaubert e Gil Cutrim, a nova decisão do TCE pode favorecer Beto Pixuta ao chegar na Câmara de Vereadores.

Ficha suja e inelegível, Beto Pixuta sonha ainda em ser prefeito de Matinha nas próximas eleições. Além de Edmar Cutrim, votaram a favor de Beto os conselheiros Raimundo Lago, Raimundo Filho e Jorge Pavão, além dos conselheiros substitutos Antônio Barbosa e Melquizedeque Neto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *