Vereadora diz que prefeita de Vitória do Mearim contrata ‘jagunços’ para sua escolta

Prefeita Dídima Coelho

A vereadora Salma Faray denunciou a prefeita de Vitória do Mearim, Dídima Coelho, por andar com capangas armados. Segundo ela, a gestora teria até participado de missa ao lado deles.

“A prefeita incompetente de Vitória do Mearim, de mais de uma semana ausente da cidade, apareceu neste domingo (21), na missão da Matriz cerca de capangas (jagunços) todos armados, protegendo a mesma para que nenhum vereador intime para  CPI”, afirmou a vereadora em sua página, no Facebook.

Salma, da Base de Oposição, chamou a atenção da Polícia de Vitória do Mearim e disse que o ato da prefeita é para impedir que ela seja intimada sobre uma Comissão Parlamentar de Inquérito, criada no início do mês.

A CPI vai investigar supostos desvios de recursos e emendas na área da saúde, entre os anos de 2017 e 2018. A suspeita dos vereadores que abriram a investigação é que tenha crime de responsabilidade na gestão de Dídima Coelho.

“Quem não deve, não teme”, finalizou Salma Faray, que tem feito oposição com responsabilidade ao Governo de Dídima Coelho. O Blog do Jailson Mendes procurou assessores da prefeita, para comentar as declarações da vereadora, mas como sempre, não obtivemos respostas até o fechamento desta matéria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *