Linielda assina acordo com o Sebrae para levar educação empreendedora aos estudantes de Matinha

A prefeita de Matinha, Linielda de Eldo, esteve ontem em São Luis assinando um acordo com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) para levar educação empreendedora para as escolas da Rede Municipal de Ensino.

Na oportunidade, ela assinou o termo de adesão ao JEEP (Jovens Empreendedores Primeiros Passos), que leva educação empreendedora aos estudantes de 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental, e deve ser executado através da Secretaria Municipal de Educação, Ciência, Tecnologia e Inovação, comandada pela professora Zilda Cantanhede.

O objetivo do programa, segundo o Sebrae, é disseminar a cultura empreendedora e orientar para o plano de negócios, de maneira a estimular os comportamentos empreendedores entre crianças e adolescentes, incentivando-os à prática do empreendedorismo e o protagonismo juvenil.

A metodologia do programa está estruturada em nove cursos, um para cada ano do Ensino Fundamental. Os alunos são instigados a desenvolver o comportamento empreendedor, promover a ecossustentabilidade, ética e cidadania, cultura da inovação e cooperação, e o plano de negócio.

JEPP

Na ocasião, pelo menos 16 prefeituras maranhenses assinaram um termo de adesão simbólico para participar do projeto Jovens Empreendedores Primeiro Passos (JEPP), voltado para alunos do 1ª a 9ª Séria do Ensino Fundamental. No entanto, segundo a coordenadora do Programa Nacional de Educação Empreendedora, Raíssa Amaral, outras prefeituras e instituições de ensino da rede privada também poderão assinar o documento na hora do evento.

O projeto faz parte do Programa Nacional de Educação Empreendedora desenvolvido pelo Sebrae no Maranhão desde 2015. No período, mais de 42,2 mil estudantes já participaram da iniciativa e mais de 1 mil professores de 107 instituições de ensino maranhenses foram capacitados nas metodologias do projeto JEPP.

Blog do Jailson Mendes

Uma resposta para “Linielda assina acordo com o Sebrae para levar educação empreendedora aos estudantes de Matinha”

  1. Bela iniciativa, louvável! Ou seja, toda ação que reflita melhora na educação é bem vinda. Agora, alguém da gestão municipal, me explique por favor, como um município que não tem nenhuma agência bancária (bancos públicos e ou estatais) se desenvolve?
    De certo, todos os ex-gestores são culpados por esse fato, no entanto, a gestão atual já está em seu terceiro ano de mandato e deveria ao menos, se esforçar para viabilizar uma agência da Caixa ou Banco do Basil. Isso ajudaria a fomentar desenvolvimento no município.
    Cadê o(s) deputado(s) federal(is) apoiado(s) pela gestão municipal? Este(s) deveria(m) intermediar em Brasília junto as superintendências dos bancos oficiais, a pauta que beneficiasse Matinha. Já seria um enorme retorno pelos votos recebidos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *