Projeto “ler, escrever, Pensar” é lançado em Penalva e Olinda Nova do Maranhão

Foi lançado em Penalva, no último dia 14, o projeto “Ler, escrever, pensar – conscientizar para transformar”. O evento ocorreu no Grêmio Recreativo Penalvense (Rua Djalma Marques, s/n, Centro). A cerimônia contou com as participações do promotor de justiça Marco Antonio Santos Amorim, diretor da Secretaria para Assuntos Institucionais da Procuradoria Geral de Justiça, que apresentou o projeto, e do titular da Promotoria da comarca, Alexandre Sabino Meira.

A Secretaria de Estado da Educação foi representada pelo secretário-adjunto de Planejamento, Williandikson Garcia. Também estiveram presentes representantes dos poderes Executivo e Legislativo de Penalva. Lançado em fevereiro de 2016, o projeto tem o objetivo de estimular a consciência política de estudantes das redes públicas por meio de atividades de leitura, debate e redação, com foco na prevenção e no combate à corrupção.

Foi escolhido o livro “O que faz o Brasil, Brasil”, do antropólogo Roberto da Matta, para incentivar o debate dos alunos, promovendo palestras que servem de base para as redações dos estudantes. O projeto premiará as melhores produções textuais com smartphones, tablets e notebooks. Além de João Lisboa, os municípios de Imperatriz, São Luís, Arari e Santa Luzia do Paruá já receberam etapas do projeto. Em 2 de maio, o procurador-geral de justiça e o secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, assinaram um Termo de Cooperação Técnica prevendo a realização do projeto em escolas da rede pública estadual em 23 municípios maranhenses. O acordo tem vigência de três anos.

Na mesma solenidade, em Penalva, a promotora de justiça Sandra Fagundes Garcia (de Açailândia) fez a apresentação da campanha “Maranhão na prevenção às drogas”. A iniciativa é coordenada pelo Comitê Estadual de Prevenção às Drogas, que é formado pelo Ministério Público do Maranhão, Poder Judiciário, Defensoria Pública, Polícia Rodoviária Federal, Câmara dos Deputados, além de entidades da sociedade civil organizada. O MPMA é representado no comitê pelas promotoras de justiça Cristiane Maia Lago (São Luís) e Sandra Garcia (Açailândia).

OLINDA NOVA DO MA

Na tarde do dia 14, o município de Olinda Nova do Maranhão também foi contemplado com os projetos “Ler, escrever, pensar” e “Maranhão na prevenção às drogas”. As ações do evento foram coordenadas pelo promotor de justiça da comarca, Lindomar Della Libera, e pelo diretor da Secretaria para Assuntos Institucionais da PGJ, Marco Antonio Santos Amorim.

A campanha “Maranhão na prevenção às drogas” também foi apresentada pela promotora de justiça Sandra Fagundes Garcia. Estudantes e professores de escolas públicas, autoridades locais e populares participaram da solenidade, que foi realizada na quadra poliesportiva Pedro Alcântara Rodrigues.

Folha de SJB

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *