Serginho Castro representa pescadores do Maranhão em ato a favor do seguro defeso em Brasília

Pescadores de todo Brasil estavam reunidos em Brasília, nos dias 28 e 29 de março, para discutir as propostas do setor pesqueiro que serão apresentadas ao Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (Mdic). A Confederação Nacional dos Pescadores e Aquicultores (CNPA), que está organizando a reunião, levou para Brasília mais de dois mil trabalhadores da pesca de todas as regiões do País.

Entre os assuntos discutidos na reunião está o pedido de suspensão do decreto n.º 8.967/17, do Governo Federal, que muda as regras de concessão do seguro defeso. O presidente da Colônia dos Pescadores de São João Batista, Serginho Castro, participou da mobilização nacional a favor do Seguro Defeso no Brasil. Além de representar os pescadores joaninos, Serginho também participou de vários atos representando o estado do Maranhão.

De acordo com ele, o decreto, assinado em janeiro deste ano, cancela o pagamento do seguro nas regiões onde houver a Pesca Alternativa. Outro tema que será discutido na reunião dos pescadores é a mudança nas regras para aposentadoria dos pescadores. Segundo o projeto da reforma da Previdência que está tramitando no Congresso Nacional, os pescadores, assim como agricultores, teriam que trabalhar até dez anos a mais para receber a aposentadoria integral.

“O dia 28 de março, em Brasilia Distrito Federal, foi um dia histórico para toda as classes pesqueiras inclusive aos pescadores artesanais. Além dos debates sobre as carteiras suspensas pelas portarias 40 e 11 do Ministério da Agricultura, Tivemos uma reunião exclusiva com o ministro da Indústria e Comércio e Exteriores e presidente de várias federações e confederações. E na oportunidade, representamos o nosso estado”, disse.

Entre os debates foram abordados a reforma da previdência social e além dos grandes prejuízos que os pescadores do nosso estado vem enfrentando devido às carteiras suspensas pelas portarias 40 e 11 do Ministério da Agricultura. “Saímos de lá com cumprimento do nosso dever em defesa dos direitos sociais dos pescadores(a) do nosso estado, especialmente aos pescadores de São João Batista”, finalizou.

Folha de SJB

5 respostas para “Serginho Castro representa pescadores do Maranhão em ato a favor do seguro defeso em Brasília”

  1. Quando alguém faz algo diferente pra defender uma classe de trabalhadores, sempre tem uns ipocretas pra críticar. Pelomenos o serginho faz algo diferente. Se tratando de fraude isto existe nos principais ogrãos públicos onde não deveria existir, e de onde poderia da exemplo de seriedade com a cousa pública. Parabéns ao Serginho Castro pela sua atitude e coragem de defender a classe dos pescadores de sua cidade, sendo que os pescadores de São João batistá levaram décadas e décadas pra serem reconhecidos através do governo federal.

  2. A competência diz tudo, e muitos não dão valor no que tem. parabenizo o serginho castro, pela sua atitude assim como seus companheiros de lutas, em defesa dos pescadores do estado do maranhão. Denunciar fraude não é hipocrisia, mas quem é culpado de tantas fraude é o próprio governo federal, que abriu espaço pra tantas entidades que ocasionou tantas fraudes no setor da pesca artesanal em todo o país, ferindo os princípios da unicidades sindicais e o que determina o artigo 8º da constituição federal e o artigo 516 da CLT.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *