Funcionários fazem protestos cobrando salários em São João Batista, secretário rebate

Funcionários no Ministério Público

Alguns funcionários das escolas municipais de São João Batista fizeram uma passeata hoje pela manhã até a sede da Promotoria de Justiça com o intuito de cobrar pagamentos atrasados. O movimento teve a participação de professores, diretores de escolas, alunos e moradores de alguns povoados.

Segundo a organizadora, a professora e membro do Conselho Municipal da Criança e do Adolescente Pérsia Figueiredo, estiveram presentes funcionários dos povoados Campinas, onde ela exerce a função de diretora; do povoado Beirada, Vertente, São Domingos e alguns funcionários da escola ‘Ateniense’, na sede da cidade.

Em passeata, os presentes foram até à Promotoria de Justiça conversar com o promotor Felipe Augusto Rotondo, representante do Ministério Público em São João Batista. Segundo a organização, são meses de salários atrasados e por isso fica impossível as aulas continuarem, pois além dos professores, vigias e zeladores também não estão recebendo seus vencimentos.

O movimento saiu da escola de Campinas e seguiu pelas ruas da cidade até a sede do Ministério Público. Chegando lá, o promotor pediu a presença de alguém do Governo Municipal que teria dito que já estavam sendo pagos os funcionários da escola de Campinas. Também em resposta a reivindicação, uma comissão ficou de se reunir hoje a tarde com o núcleo financeiro do atual governo para procurar resolver a situação.

Em conversa com o blog, o atual secretário municipal de Finanças, Rui Oliveira, disse que a atual gestão, liderada pelo prefeito Junior de Fabrício, está fazendo todos os esforços para melhorar a situação do funcionalismo público, mas avisou que os atrasos foram feitos durante a administração de Amarildo Pinheiro. O secretário também disse que alguns estão com salários atrasados cinco meses e sendo que a atual gestão não faz dois meses que iniciou.

“Os salários estão atrasados pelo fato do descalabro administrativo patrocinado pelo ex-prefeito Amarildo Pinheiro. Estamos, na administração de Junior de Fabrício, fazendo todos os esforços e buscando todas as soluções possíveis para tais casos. Entretanto é necessário frisar que o assunto é complexo, haja visto que um ente público tinha situações com salários em duplicidade e estamos fazendo levantamentos para resolver esses problemas”, disse o secretário.

Folha de SJB

9 respostas para “Funcionários fazem protestos cobrando salários em São João Batista, secretário rebate”

  1. Esse moço forasteiro chamado ruy que saiu do banco do Brasil a bem do serviço público e queestava em sao joao batista a margem da sociedade teria mais eh que dizer ao povo porque ao invés de se preocupatem em pagar folha estão preocupados em publicar edital de licitacão final de governo com suspeitas claras. Quando Amaral saiu estava atrasado apenas mês de agosto os professores e vigias sim, dois meses. Só que este governo golpista foi p resolver isso é até agora nada e já se vão dois meses e nada de pagar e pra onde está indo este dinheiro do fundeb pelo visto o acúmulo passa de dois milhões hoje é chegará a três milhões nos próximos dias.

    1. Amarildo tinha que acabar com a cidade mesmo, pois a verba para construção de sua residencia tinha que sair da aonde? Ainda bem o Nonato aproveitou e ganhou muito em seu restaurante com essa coja de politicos falsos que tem em nossa cidade. O povo abriu os olhos. Vamos correr atras de justiça e fazer com que funcionarios fantasmas e que foram efetivados por baixo do pano, como a secretaria adjunta e professora Joselma Rodrigues X9, que foi privilegiada entre muitos outros que realamente deveriam esta em sua vaga e possuem nomeação de cargo na prefeitura sejam revistas e passem pelos tramites legais para assumir funções e não por ser agregada e comcubina de Amarildo. O povo não pode assumir despezas particular gerada por politicos corruptos que usam a verba da prefeitura para fazer festa e gastos particulares. Esperamos que nesta administração de Junior de Fabrício, sejam feitos os esforços para busca de todas as soluções possíveis para tais casos. Estamos fazendo manifestacoes na promotoria de justiça com o intuito de cobrar não só os pagamentos atrasados, mais descobrir porque tem outros professores recebendo em dias e em duplicidade ja que a classe é uma só .

  2. Vou dizer pra onde está indo o dinheiro do município hoje administrado por “O Usurpador”, são mais de 130 diárias no hotel de Guido, Quase 8.000,00, pois nunca mais o Usurpador esteve na sua casa no Quiá. Dizem as más línguas que até a energia da casa dele esta cortada, por isso esta morando no hotel, gente é normal! o cara é prefeito.
    Agora é a boa, no Restaurante “cabelo de porco e pena de galinha” de Nonato a Grana vai ser melhor, porque a Srª Apoio Técnico e Pedagógico (essa é pra rir mesmo) a outra até motorista tem.
    E agora vcs vem perguntar onde esta indo o dinheiro, gente esta tudo nas mãos dos comparsas desse Usurpador, a filha de Iracema trabalhando na secretaria de Educação parece que ela é a secretaria porque Dona Graça senta numa mesinha enquanto ela fica na mesa da diretoria e mandando!

  3. Não vou nem falar de Rui Oliveira , agora meu irmão está é mandando e desmandando na prefeitura, mais o recompensador é que restam apenas dois meses, e fui já disse muito por hoje, mais volto, me aguarde!

  4. esses comentarios com certeza fazem parte da lista de fantasmas que junior desmascarou, invejosos porque nao houve protestos na administraçao passada apesar das irregularidades, porque estavam fazendo parte da corrupçao, cuidado invejosos a policia federal começou a intimar os fantasmas, ainda vao ter que devolver o dinheiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *