Depois de ter sua candidatura indeferida, prefeito de Matinha recorre de decisão

Resultado de imagem para BETO PIXUTA
Prefeito de Matinha, Beto Pixuta

O prefeito de Matinha, Beto Pixuta, recorreu da decisão do juiz eleitoral Celso Serafim Junior, que indeferiu o pedido de registro de candidatura do candidato na semana passada, o enquadrando na Lei da Ficha Limpa. Mesmo assim, Beto segue tentando viabilizar sua candidatura.

Esta semana, o candidato do PDT recorreu da decisão em instância superior e quer seguindo como candidato naquela cidade. Como a decisão do juiz eleitoral cabia recurso, ele foi classificado como apto, porém com a candidatura indeferida como recurso.

Segundo o site do TSE, o motivo do inferimento é que o candidato do PDT é ficha-suja e por isso não pode ser candidato na cidade de Matinha, mas como recorreu da decisão, ele está com seu registro apto.

Ainda segundo o TSE, o candidato com registro indeferido com recurso se trata de um candidato julgado não regular por não atender as condições necessárias para o deferimento do registro, que interpôs recurso contra essa decisão e aguarda julgamento por instância superior.

Já o seu adversário, que aparece a frente nas pesquisas naquela cidade, Eldo Jorge, está com sua candidatura deferida e pode ser votado. Porém, a coligação de Beto Pixuta ajuizou recurso contra essa decisão do juiz.

Folha de SJB

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *