Com 105 anos, morre a caixeira Mundinha em São João Batista

Mundinha morre aos 105 anos

Morreu na tarde de hoje, uma das pessoas mais idosas em São João Batista e uma das maiores incentivadores da cultura popular da nossa cidade. Raimunda Almeida Coelho, conhecida como Mundinha, tinha 105.

Integrante da Festa do Divino Espírito Santo, festa popular e tradicional em São João Batista, Mundinha, que ao lado de Maria de Canário, Maria José Freitas, Maria de Bigurilho e outras, era uma das maiores caixeiras do nosso município.

Segundo informações, Mundinha morreu na tarde de hoje, 13 de agosto, e será enterrada amanhã a tarde. Ela não tinha filhos e morava na casa da mãe do Pai de Santo, Jociel Santos, também na Rua Nova.

Na Rua Nova, onde a manifestação é mais forte, o festejo é realizado durante o mês de janeiro e é organizado por moradores, sob a coordenação de Maria do Canário. Veja aqui a matéria que o blog do festejo esse ano.

Caixeiras de São João Batista

Folha de SJB

Uma resposta para “Com 105 anos, morre a caixeira Mundinha em São João Batista”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *