Servidores do município de Matinha entram em greve

Os professores de Matinha entaram em greve indeterminada nesta sexta-feira. A informação já tinha sido anunciada pelo Blog Folha de SJB e foi confirmada nesta sexta-feira, durante uma manifestação.

A greve foi anunciada em um ato público que aconteceu na última sexta-feira (17) quando o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais levou às ruas dezenas de servidores reivindicavam ajuste salarial e salários atrasados, especialmente os professores da Educação Infantil e as férias ainda de 2015.

“Desde de janeiro estamos reivindicando  o reajuste salarial de 11,36, o terço de férias de 2015, a redução de carga do ensino fundamental  das séries iniciais, salários atrasados de algumas categorias como professores da educação infantil” informou o presidente Gilberto Amaral Costa.

A greve segue por tempo indeterminado, pois o sindicato alega que o prefeito se nega a entrar em acordo com os servidores. Numa rede social, o prefeito Beto Pixuta, alega que o sindicato não quer negociar e que anunciou que acionará a Assessoria Jurídica da Prefeitura Municipal de Matinha.

“O município, dentro das condições possíveis está tentando solucionar o problema, porém o sindicato, com essa greve, só demonstra que não quer negociar. Desse modo o jurídico da prefeitura vai tomar as devidas providências legais e necessárias ao restabelecimento das aulas, pois nossa administração jamais deixará os alunos na mão, sem cumprir  calendário escola”, disse o prefeito.

Mas o sindicato afirma que um ofício foi enviado por ele dizendo que a Prefeitura Municipal, através da Semed, iria solucionar as questões, mas até agora nada e eles resolveram entrar em greve.

Folha de SJB

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *