Agricultores de S. J. Batista, Olinda Nova e S.V. Ferrer serão beneficiados em parceria do Fida e Governo

A missão do Fundo Internacional do Desenvolvimento para Agricultura (Fida) no Maranhão foi encerrada nesta terça-feira (19), com a assinatura de memorando com o Governo do Estado para elaboração de projeto que beneficiará cerca de 860 mil maranhenses. O investimento pretende contribuir para reduzir a pobreza rural no Maranhão promovendo o desenvolvimento sustentável e inclusivo. Na Região dos Campos e Lagos Maranhenses, São João Batista, Olinda Nova e São Vicente serão beneficiados.

Representantes do Governo e do Fida durante visita a comunidades indígenas no Maranhão

O projeto será financiado por meio de um empréstimo do Fundo Internacional, que representará 50% do valor global e os outros 50% serão uma contrapartida do Governo do Estado do Maranhão. Dentre as ações a serem realizadas estão o desenvolvimento de cadeias produtivas nas comunidades rurais, assistência técnica e também no desenvolvimento de capacidades de produção próprias de cada comunidade. Serão contempladas comunidades de seis Territórios da Cidadania (Baixo Parnaíba, Campos e Lagos, Cocais, Lençóis Maranhenses/Munin, Médio Mearim e Vale do Itapecuru) e mais um território terras indígenas, totalizando 87 cidades, sendo 39 prioritárias em situação de pobreza e extrema pobreza.

Dentre os municípios prioritários, 14 estão inseridos no Plano Mais IDH, programa do Governo do Estado, que atende 30 municípios com menor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). Dos 25 restantes, três serão priorizados por serem potencial para o desenvolvimento de cadeias produtivas de ovinocaprinocultura e apicultura. De modo geral, o projeto beneficiará de forma direta aproximadamente 24 mil famílias dos municípios prioritários das quais 15 mil serão beneficiadas com investimentos produtivos e assistência técnica e outras famílias serão beneficiadas com ações do componente de geração de suas capacidades.

Durante a missão, a comitiva do Fida se reuniu com secretarias do Estado e movimentos sociais, mantendo diálogos próximos a fim de conhecer as necessidades de cada um, como no caso da Associação das Comunidades Negras Rurais Quilombolas do Maranhão (Aconeruq), que puderam expor os problemas e anseios da comunidade.

Folha de SJB

Uma resposta para “Agricultores de S. J. Batista, Olinda Nova e S.V. Ferrer serão beneficiados em parceria do Fida e Governo”

  1. DENIS ABREU, MILITANTE JUVENTUDE RURAL, COORDENADOR DAS CÂMARAS TEMÁTICAS DO TERRITÓRIO DO CODETER CAMPOS E LAGOS disse:

    NO INICIO DO ANO ESTIVE NA PARAÍBA , CAMPINA GRANDE NO ENCONTRO DE JOVENS RURAIS DO SEMIÁRIDO, E NA OCASIÃO FALAMOS EM NOME DA NOSSA BAIXADA DO NOSSO TERRITÓRIO E ENFATIZAMOS A NECESSIDADE DO FIDA SE VOLTAR PARA O MARNHÃO E QUE O MESMO JUNTAMENTE COM O INSA TIVESSE UM OLHAR ESPECIAL PARA ESTE TERRITÓRRIO TÃO RICO MAIS TÃO POBRE POR FALTA DE INVESTIMENTOS. NESTE SENTIDO NOS SENTIMOS FELIZES QUE O FIDA TENHA CHEGADO EM NOSSO ESTADO E PRINCIPALMENTE PARA DESENVOLVER E INVESTIR NO NOSSO TERRITÓRIO, E AINDA MAIS FELIZES PORQUE SABEMOS QUE APESAR DE NÃO APARECER TEMOS A CONVICÇÃO QUE FOI TAMBÉM A NOSSA PARTICIPAÇÃO NESSE E EM OUTROS EVENTOS NESTE SENTIDO QUE CONTRIBUÍRAM PARA ESTA AÇÃO TÃO IMPORTANTE PARA NOSSO ESTADO E PARA O NOSSO TERRITÓRIO CAMPOS E LAGOS. # NOSSAS LUTAS NÃO SÃO INUTEIS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *