Membro do PCM ainda tentou subornar policiais de São João Batista

Adaílson de Jesus Pereira

Policiais Militares da cidade de São João Batista, pertencentes a 3ª CI da cidade de Viana – MA, prenderam por volta das  14 horas, do dia 16, Adaílson de Jesus Pereira, 36 anos, conhecido por ‘Dadai”. O mesmo foi preso no Hospital Municipal da cidade. Dadai chegou àquela casa de saúde reclamando atendimento médico e como estava muito alterado e com tatuagens de facções no corpo, despertou a atenção de várias pessoas que pediram auxílio policial.

No centro de saúde, os policiais militares reconheceram o mesmo como sendo “Dadai”, uma vez que já tinha informações sobre o mesmo e fotos distribuídas pelo Comando de Policiamento de Área Metropolitana (CPAM-3), que tem como comandante o Coronel PM Egídio Amaral. As informações foram repassadas para todos os batalhões, companhias independentes e delegacias do Estado do Maranhão. Dadai fugiu da Ilha do Jacamin em dezembro do ano passado quando o Cpam-3 prendeu na citada Ilha,  traficantes, armas de fogo e motos roubadas.

Adaílson de Jesus Pereira, o Dadai, é considerado de altíssima periculosidade e responde por formação de quadrilha, homicídios, receptação, além, de fazer parte de facção criminosa PCM (Primeiro Comando da Capital). Dadai, atualmente estava residindo no povoado Palmeiral, na baixada maranhense. Adailson de Jesus possui mandado de prisão por homicídio qualificado.

Dadai foi preso pelos Soldados PM Filho e Vágner, integrantes da 3ª CI da cidade de Viana e no momento, ainda tentou subornar os policiais militares oferecendo a importância de R$ 1.000,00 para que fosse liberado. Dadai será apresentado nas próximas horas a imprensa na sede da  Secretaria de Segurança do Estado.

 

Folha de SJB

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *