PRORROGADO PRAZO DE VALIDADE DE DOAÇÃO DE TERRENO PARA O MINISTÉRIO PÚBLICO

A procuradora-geral de justiça, Regina Lúcia de Almeida Rocha, recebeu em 1º de outubro a visita do prefeito de São João Batista, Amarildo Pinheiro, acompanhado da promotora de justiça da Comarca, Maria do Nascimento Carvalho Serra. No encontro, o Ministério Público do Maranhão e o Município de São João Batista celebraram um aditivo ao Termo de Doação de terreno.

A procuradora-geral e o prefeito do município assinaram o documento que determina a prorrogação do prazo de doação do bem municipal utilizado para a construção de nova sede da Promotoria de Justiça. O termo teria prazo de validade encerrado neste mês, mas foi estendido por cinco anos a partir da celebração do aditivo, na última quinta-feira.

Doado pela Prefeitura de São João Batista em janeiro de 2014, o terreno tem área de 532,5m² e fica localizado próximo ao Fórum e à Prefeitura, facilitando o acesso da população aos diversos serviços públicos. Segundo Maria do Nascimento Serra, o antigo prédio do Ministério Público já não atendia às necessidades do órgão.

Também estiveram presentes o diretor-geral da Procuradoria-Geral de Justiça, Luiz Gonzaga Martins Coelho, e o procurador-geral do município, Carlos Eduardo Barros Gomes. O prefeito ressaltou importância deste empreendimento no seu município destacando o grau de investimento devidamente apoiado pela sociedade neste ato representado por nós enquanto prefeito e deferido pelos vereadores responsáveis pelo aprovação deste termo de doação.

Folha de SJB

4 respostas para “PRORROGADO PRAZO DE VALIDADE DE DOAÇÃO DE TERRENO PARA O MINISTÉRIO PÚBLICO”

  1. Mais uma manobra fria que infelizmente os soberbos e corruptos insolentes usam para se livrar da justiça do homem mas, Deus é justo e faz chover sobre justos e injustos.

  2. E apenas uma maneira do prefeito pedir abençoa ao ministério publico, veja a onde chegou a nossa justiça, o ministério publico, deveria era casar esse infeliz que não faz nada no município, só vive desviando os recursos que deveria ser investido na qualidade de vida da população, será que o ministério publico não teria recursos para compra um terreno e construir uma sede no município, andando lado a lado ministério publico e prefeito, mais uma maneira para o povo de são João Batista, não acreditar em justiça, nesse mato deve ter colho, eu que não vou meter minha mão no fogo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *