JÚRI POPULAR: ACUSADO DE MATAR O PRÓPRIO PAI É CONDENADO A SEIS ANOS DE RECLUSÃO

A primeira sessão do Tribunal de Júri em São João Batista terminou em condenação do acusado. O julgamento de Valteir Vieira Silva foi realizada nesta terça-feira, 27 de maio, na Colônia de Pescadores, e presidido pela juíza titular da cidade, Jaqueline Rodrigues da Cunha. Ele foi acusado de matar o próprio pai, José de Ribamar, pelo Ministério Público Estadual, representado pela promotora Maria do Nascimento Carvalho, tendo como auxiliar Dr. Ferreira.

Juíza Jaqueline Rodrigues ao lado da promotora

Segundo a sentença, que o Blog Folha de SJB teve acesso, consta na peça acusatória que no dia 30 de março de 2014, o acusado chegou à residência de seu pai, José de Ribamar, em estado de embriaguez, ligou o aparelho de som em volume exagerado e começou uma discussão entre os dois, que estariam vindo de um bar. Depois disso, Valteir Vieira pegou uma faca e desferiu um golpe na região do pulmão esquerdo de José de Ribamar, vindo este a falecer com consequência do golpe, no Hospital Socorrão I, em São Luis.

Promotora Maria do Nascimento

Durante os debates travados, a acusação sustentou a tese de prática de homicídio simples, e a defesa, feita pelo advogado Cícero Carlos de Medeiros, laborou em duas frentes de atuação: a legítima defesa, bem como a tese de homicídio privilegiado e, ainda, requereu a desclassificação para o crime de lesão corporal seguida de morte. Após isso, a juíza se reuniu com o corpo de jurados e de lá saiu a sentença pela condenação de seu próprio pai, José de Ribamar.

Condenado ao lado do advogado Cícero Carlos de Medeiros

Valteir Vieira foi condenado a 06 anos de reclusão em regime semi-aberto, pena a ser cumprida na cadeia pública de São João Batista. Na decisão, a juíza negou previamente ao réu o direito de recorrer em liberdade já que, segundo ela, ele permaneceu toda a instrução processual preso. Continuando os julgamentos, hoje será a vez de ‘Lico’, acusado de matar o jovem ‘Chambanga’.

Folha de SJB

4 respostas para “JÚRI POPULAR: ACUSADO DE MATAR O PRÓPRIO PAI É CONDENADO A SEIS ANOS DE RECLUSÃO”

  1. gostaria de saber da Drª. Jaqueline Rodrigues e da promotora de Justiça, Drª. Maria do Nascimento, quando Manoel de gentil, será levado a júri popular, tenha muito cuidado com as pessoas indicadas, como jurados, tem pouquíssimas pessoas honradas em nossa cidade, eu espero que não sejam nem um vereador, porque o réu, será absorvido de imediato, será que esse crime cometido por ele ira ficar no esquecimento de nossa justiça, ou será qui só pessoas negras, pobre, e ladrão de galinha, e condenado em nossa cidade, gostaria qui a magistrada e o ministério público, desse uma resposta concreta para a nossa sociedade, afinal de conta, já foi comprovada a participação dele sendo o principal mandante desse crime, tudo vela a crer qui tem gente grande protegendo esse elemento,olha qui talvez as pessoas de nossa cidade não estejam sabendo, mais tem Desembargador, de nossa cidade por trais desse pacote?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *