SINDPROF SE REÚNE COM VEREADORES DE SÃO JOÃO BATISTA

A diretoria do Sindicato dos Professores de São João Batista (SindProf) se reuniu ontem, 06 de abril, com a Câmara de Vereadores da nossa cidade. Entre os assuntos destacados pela diretoria, estavam o reajuste salarial, data base, carga horária, funcionamento de escolas, qualidade educacional e a capacidade do professor em suprir suas necessidades. O encontro foi realizado na sede da entidade.

Reunião do SindProf com os vereadores

De acordo com as informações passadas ao Blog Folha de SJB, dos onze vereadores convidados pelo SindProf, apenas Luiz Everton, Chico de Nhozinho, Mecinho, Renato Machado e Ivan Fonseca se fizeram presentes, com ausência justificada do vereador Rui Serra, que informou não poder está na reunião devido a problemas superiores.

O presidente do sindicato, professor Israel Melônio, disse que os vereadores afirmaram que darão apoio nos pleitos da entidade e destacaram que gostaram da iniciativa do sindicato em chamar o Poder Legislativo de São João Batista para debater estes assuntos. Melônio informou aos parlamentares que no mês passado já era pra ter reajuste salarial e que a Data Base é sempre no dia primeiro de março.

Aos vereadores, o professor disse que a entidade continua firme e forte na defesa dos sócios e na melhoria do ensino e das condições de trabalho e estudo para os alunos e professores. Um dos assuntos mais discutidos foi o aumento da cargo horária proposta pelo Governo Municipal, que é de 13 horas, e a Semed quer aumentar pra 16 horas, considerado um retrocesso e ilegal pelo SindProf.

A diretoria também explanou a situação do reajuste salarial, que até agora não aconteceu. “O secretário de educação ainda não definiu com este sindicato o reajuste salarial e o mês de março que já deveria sair com aumento. Municípios vizinhos como Olinda Nova e São Vicente já estão com os salários dos professores reajustados, inclusive com aumento de 13%, e aqui isso ainda não aconteceu”, disse o professor aos vereadores.

Dos parlamentares, o SindProf ouviu palavras de apoio e prometeram intervir na discussão junto ao Governo Municipal e a Secretaria Municipal de Educação. Segundo eles, haverá uma reunião com o prefeito e com o secretário até na próxima terça para discutir os temas.

Folha de SJB

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *