VEREADORES ABREM FOGO CONTRA SECRETÁRIOS DE SÃO JOÃO BATISTA

Vereadores de São João Batista

Depois da sessão em que praticamente seis vereadores romperam com o prefeito de São João Batista ao criticar criticar fortemente o gestor, ontem os parlamentares abriram fogo contra os secretários municipais. Com a casa cheia, os parlamentares que usaram a tribuna não pouparam palavras e criticaram fortemente a gestão de Amarildo Pinheiro e de seus secretários. Mais desta vez o assunto que predominou foi o pedido que o secretário de saúde, Carlos Figueiredo, fez à casa, onde ele requer a cópia da ata da sessão anterior. O que os vereadores acharam de uma afronta e repudiaram a atitude do secretário. Com discursos fortes, os parlamentares usaram quase todo o tempo disponível no Pequeno Expediente para disparar críticas aos secretários.

O primeiro a falar foi o vereador Mecinho, que perguntou se Carlos Figueiredo é o dono da verdade. O vereador disse que todos os secretários são citados durante as falas dos vereadores e que ele tem é que procurar trabalhar e respeitar o Parlamento e o povo de São João Batista. “Nínguem va nos calar aqui e ninguém tem medo de secretário nesta casa, que de forma repudiável está tentando ser o dono da verdade”, disse. Já o vereador Uira Dominici foi mais longe. Disse que Carlos Figueiredo nem OAB tem e que ele não deve usar a influência que seu irmão tem para fazer prefeitos de refém.

Ao lembrar que o secretário ajuizou duas ações contra o vereador Chico de Nh0zinho, Uira Dominici disse ainda que o posicionamento dos vereadores é o mesmo com relação ao não pagamento dos salários e terminou dizendo que a palavra dos parlamentares é inviolável durante as sessões. Depois quem usou da tribuna foi Cabeça. Ele disse que na casa tem essas surpresinhas desagradáveis e que quando o secretário pede a cópia da ata é por que ele já está com a boca doce, e que ao ganhar indenizações não precisa mais fazer lambanças na área da saúde de São João Batista. Ao justificar a sua fala, o vereador citou que postos de saúde estão desativados e que o hospital está em crise.

Cabeça disse ainda que os parlamentares estão a disposição dos professores e que estes estão sendo lesados. Já o vereador Chico de Nhozinho também não poupou palavras ao secretário. Disse que é uma falta de respeito para com a casa e que ações como estas os deixa entusiasmado e que ele mostrará que a Câmara de Vereadores não é refém de ninguém. “Gostaria de tirar o chapéu pra Zequinha Soares, que não deixou sua mulher ser refém desses secretário e assim eu espero que o prefeito Amarildo faça e que se liberte desse cidadão que nem votado foi nas ultimas eleições em São João Batista. É uma falta de vergonha querer que eu o indenizem em 28 mil reais, sendo que eu tenho o direito de falar o quiser aqui nesta casa”.

O vereador Ivan engrossou a fala de seus colegas. Disse que repudia a posição do secretário de saúde e que em nenhum momento falou da vida pessoal de Carlos Figueiredo. “Falamos da área da saúde, bem como falamos da educação e da assistência social. A vida pessoal de nenhum secretário não nos interessa, mais esse secretário gosta é de mídia. Ele paga um meio de comunicação e que diz que a saúde de nossa cidade está melhor. Ele não é o dono da verdade, todos nós sabemos como anda a saúde da cidade”, disse. O vereador Renato Machado também também disparou duras críticas ao secretário, mais intensificou sua fala ao secretário Aguiar, ao dizer que na educação estão despedindo sem receber e finalizou dizendo que obras estão sendo feitas aleatoriamente e que ele não pode ficar calado diante destas situações.

Dezinho disse que fica indignado com tais situações e que continua culpando o prefeito Amarildo pela atual situação da cidade. O vereador disse que prefeito não pode ficar refém de secretários e afirmou que Carlos Figueiredo desrespeita decisões do gestor e da primeira-dama, Irê Pinheiro. Com relação à Aguiar Santos, Dezinho afirmou que o secretário diz que não demitiu ninguém e quem fez isso foram os diretores e pediu ações urgentes do Sindicato dos Professores. O presidente eleito da casa, Louro, afirmou que precisou há seis dias atrás precisou de uma ambulância e ninguém atendeu suas ligações. “Será que Carlos Figueiredo já esqueceu que a ditadura já terminou aqui no Brasil? Nesta casa, todos temos o direito de falar o que queremos”, afirmou.

Ao comentar o prêmio que o secretário recebeu recentemente, Louro disse que talvez ele tenha se superado, mais pra pior. Disse ainda que em São João Batista tem muitos secretários viciosos e que já acostumaram fazer prefeitos de refém. O vereador disse que conversou com a promotora e que ele teria dito que não tem poder pra mandar demitir ninguém e chamou o prefeito da cidade de mentiroso. O presidente eleito disse que Israel Melônio, atual presidente do SindProf, não poderia ser empossado como professor e que pode provar a afirmação ao dizer que ele foi o terceiro colocado no concurso de 2010. “Israel tá calado, só recebendo o seu e está em casa, mais sua nomeação será anulada”, terminou. Logo após quem usou da tribuna foi o vereador Luiz Everton.

Plenário da Câmara de Vereadores

O presidente do Poder Legislativo começou batendo fortemente no prefeito e que eles não irão se calar. Ao chamar a administração de Amarildo de incompetente, Everton afirmou que o gestor deve todos, desde de funcionários até fornecedores e que já levaram até o Setor de Pessoal para São Luis. Falou também sobre licitações e listou duas empresas, uma de combustível e outra de limpeza pública, que recebem cada uma, mais de 900 mil reais por ano em sua administração. Ao final, ele repudiou veementemente a atitude de Carlos Figueiredo e terminou dizendo que vai dá auxilio jurídico para todos o que quiserem ingressar na justiça para poderem ser pagos e criticou os secretários de Finanças e de Obras. O grande expediente terminou com a fala da vereador Cristina Figueiredo, que também engrossou a fala dos seus colegas.

Folha de SJB

14 respostas para “VEREADORES ABREM FOGO CONTRA SECRETÁRIOS DE SÃO JOÃO BATISTA”

  1. Até que enfim os vereadores tá com tudo..
    Parabéns Renato Machado e os demais vereadores. Todos temos direito de duvidar, criticar e determinar o melhor para todos os cidadãos. Assim vou atrás de meus direitos e que todos faça sua parte . Um justo faz toda a diferença. Há justiça que cumpre o seu papel e quero ver Amarildo Pinheiro fora de São João Batista o mais breve possível.

  2. Agora que esses vereadores resolvem tomar uma atitude!? antes a relação deles com o prefeito parecia casal em lua de mel. Agora que ele está correndo o risco de ser afastado, esses vereadores resolverão cair fora. Sabemos que eles são tão culpados pela má administração, quanto o prefeito e os secretários! as reuniões da Cãmara não passam de baixaia! A lista imensa de funcionários da prefeitura é culpa dos vereadores também, que enchem a prefeitura com parentes, eletitores, cachorro, papagaio..etc.Isso é um teatro! daqui a pouco todos juntos de novo! só nos basta colocar um nariz vermelho…

  3. Tomara que tenham tomado simancol e passem a fiscalizar esse prefeito.Rapaz esse cabra não paga ninguém,cruz credo assim é pra acabar com tudo,velhaco ,irresponsável ,ele faz o que com os recursos que caem 10’20 e 30? Cassem o mandato desse louco,honrem suas calças.

  4. Meus senhores e minhas senhoras todos nos conhecemos os vereadores de SJB ja 4 meses atras eles elogiavam a gestao do Carlos Figueiredo, e agora falam mal. Ja sabemos como funciona isso. Tão falado do Secretario, para o prefeito possa chamá-los para da dinheiro. Que essa é a prática dos vereadores de SJB. Inclusive cada um ganha 2.000 a mas do prefeito além da quantidade exorbitante de funcionários que eles encheram.

  5. Carlos Figueiredo, continue seu trabalho. Isso é uma corja de bandidos. Voce ta tento reconhecimento. Que na proxima eleição ninguém vai votar nesse bando de corruptos que se venderam para Flavio Dino e Lobao. E nos sabemos que eles não gostam de Secretários Sérios e você tem o apoio do povo e do prefeito.

  6. CADÊ O VEREADOR RUI? QUANDO CHEGA NA CÂMARA FICA MUDO! QUE VERGONHA RUI SERRA VOCÊ FOI ELEITO PARA REPRESENTAR O POVO E NÃO PARA FICAR DE CABEÇA BAIXA DURANTE TODA A SESSÃO.

  7. Liberdade de expressão é um direito fundamental de todos nois vereadores n so de vcs, agora acusar sem ter provas se chama denunciação caluniosa, vcs querrm que amarildo dêem dinheiro pra vcs, vcs são so na base do dinheiro, mais a câmara de SJB vai ser renovada na proxima eleição e bandidos iguais a vcs n tera mais nesta câmara. .Amarildo vete esses interessados pq no ano da eleição eles vao esta te babando…João de Quia

  8. N vamos ser medíocres senhores vereadores a saude melhorou sim, agora claro que ha falha e os secretários com o prefeito tem que trabalhar para isso…mais a saúde cresceu sim e a cada dia há de melhorar de pouco a pouco…agora sobre vosse excelência vereadores n da pra acreditar na palavra de vcs neh, a gente viu isso na campanha de flavio dino e lobão, sao totalmente duas caras…

  9. Todo mundo conhece o passado e presente de Carlos Figueiredo. Homem sério, um Secretario respeitado em SJB. E com certeza os vereadores estão querendo difamar, porque com certeza o Secretario nao aceitou as safadezas deles na Saúde, como estao fazendo agora com o prefeito, dando pressão.

  10. Não tem nada de fogo, os vereadores estão tendo uma atitude digna, criticando publicamente em sessão, com um certo atraso, as atrocidades cometidas pelo gestor atual desse município, que ficou muito mais carente depois que amarildo chegou ao poder.

  11. Nós queremos saber com acontece com os 120.000.00 reais que são repassados para Câmara Mensal , cadê as sobras já que o salario de vereador e de 4.500 mensal, mais sabemos que vereadores tem cozinheira, secretarias em são Luis nos apartamentos de luxos pagas com dinheiro da câmara para cuidar dos Mauricinhos e patricinhas que estudam la. Com a palavra Mecinho, Louro, Luis Everton, Uirá, Ivan, Cabeça E por Cima ainda tem professor besta que vai bater palma. Bestas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *