DEPOIS DE ASSALTAR POSTO DE GASOLINA, BANDO ROUBA MOTO DE PROFESSOR EM SJB

A onda de violência só aumenta na cidade de São João Batista. Ontem, 01 de novembro, homens assaltaram o Posto de Gasolina ‘Noele’ e roubaram uma moto de um professor. O caso aconteceu em pleno dia, por volta das 14 horas da tarde e até agora ninguém foi capturado, já que nem a Polícia Militar soube dá informações sobre o caso.

De acordo com as informações passadas ao Portal Folha de SJB, três homens assaltaram o posto de gasolina do Grupo Noele, localizado em Campinas, comandado pelo empresário Manoel de Gentil. A quantia não foi divulgada, mais ao terminarem o assalto, os bandidos tomaram uma moto do professor Pinininho, professor da Rede Municipal de Ensino.

O roubo aconteceu no povoado Bom Viver, quando o bando estavam passando do assalto ao posto. Num carro, um dos homens desceu e mandou que a sua irmã, identificada como Doque, que estava dirigindo a motocicleta, entregar as chaves e sair do veículo. De posse da moto, os assaltantes saíram em disparada ao município de Olinda Nova.

O site entrou em contato com a Polícia Militar, que disse não saber do assunto e que por isso não poderia confirmar os dados.

Folha de SJB

2 respostas para “DEPOIS DE ASSALTAR POSTO DE GASOLINA, BANDO ROUBA MOTO DE PROFESSOR EM SJB”

  1. O que mais impreciona é que os roubos que acontecem nesta cidade não são solucionados. Ninguém sabe, ninguém viu e a polícia nunca prende. Nos últimos dias três arrombamentos, pelo menos que eu saiba aconteceram aqui no centro da cidade e não se sabe quem foi. A padaria próximo a João de Agenor, o comércio de Valmir Sandro e o Armazém Paraíba e até agora o gatuno está solto e a qualquer momento pode dar prejuízo a outra pessoa; e se um dos proprietários o matar ainda se complicará; vai responder processo e ser julgado. Ouvi dizer que no Bom Viver iria ser construído um posto policial, a idéia é excelente, mas que não fique fechado e que também a polícia que tiver lá esteja pronta para deter qualquer bandido que cometer crime e tentar escapar por lá. Se for feito isto vai evitar muitos assaltos aqui na cidade, já que esta é a única saída. Por favor, exija isto já, Senhora representante do Ministério Público, se não, São João Batista vai virar uma das favelas do Rio de Janeiro.

  2. Um posto policial atuante no Bom Viver não resolve os crimes internos que acontecem dentro do município, mas pelo menos vai inibir os bandidos que vem de fora cometer assaltos e foge novamente pela única saída da cidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *